header top bar

section content

Prefeito e vice têm mandatos cassados e juiz determina novas eleições em cidade na Paraíba

De acordo co m o chefe do cartório Mário Lopes de Figueiredo, a cassação se deu por conta de suposta compra de votos durante as eleições de 2016

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

31/10/2017 às 14h45 • atualizado em 31/10/2017 às 14h47

O prefeito e o vice de Bananeiras tiveram seus mandatos cassados (foto: reprodução/internet)

O prefeito e o vice de Bananeiras, respectivamente Douglas Lucena e Guga Aragão, tiveram seus mandatos cassados nesta terça-feira (31) pelo juiz da 14ª Zona Eleitoral, Jailson Shizue Suassuna.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

O magistrado também determinou novas eleições no município. A decisão cabe recurso e os gestores ainda podem responder ao processo no mandato, caso o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB) acate liminar.

De acordo co m o chefe do cartório Mário Lopes de Figueiredo, a cassação se deu por conta de suposta compra de votos durante as eleições de 2016.

O processo foi impetrado pela coligação ‘Por Bananeiras, tudo’, formada pelo PMDB, PSC, PTB, PR, PSDB, PSL (Livres) e PP, e encabeçada pelo 2º colocado nas eleições, Matheus Bezerra.

Douglas foi reeleito prefeito de Bananeiras em 2016 com 6.779 votos contra o seu então vice-prefeito Matheus Bezerra, que obteve 6.412 votos.

Ele disse ao Correio Debate da 98 FM da Rede Correio Sat que vai recorrer, que acredita na Justiça Eleitoral e que existem interesses que querem interferir nos processos. O gestor não disse quais seriam esses interesses e negou que tenha cometido qualquer crime.

“Nos causa muita estranheza que uma sentença que sequer foi publicada ganhe divulgação em larga escala. Vamos recorrer. Não encontramos nos autos nenhuma prova documental, nenhuma testemunha que comprove que recebeu algum benefício no ano eleitoral em troca de voto”.

Por meio de nota, divulgada na tarde desta terça, o prefeito afirmou que vai combater “com todas as energias, para preservar a vontade do povo, me mantendo sereno e acreditando na justiça feita com responsabilidade e imparcialidade”. Veja a nota abaixo.

Amigos e amigas, em virtude das notícias já divulgadas na mídia estadual, acerca da cassação do mandato conferido pelo povo, digo que recebo a informação, ainda não publicada oficialmente, mas estranhamente já repercutida em larga escala, sem surpresa alguma, tendo em vista que os interesses que permeiam este processo possuem nome e nunca tiveram receio de divulgar aos quatro cantos, mesmo antes da eleição, que não ganhando nas urnas, ganhariam na justiça.

Subverter a vontade do povo sem uma única prova documental ou qualquer testemunha nos autos, tendo uma mera presunção como base para qualquer decisão, é desrespeitar a escolha popular, é agredir o direito, e isso me dá mais forças para lutar pelo mandato, só me concede mais vigor para fazer com que a decisão dos bananeirenses seja respeitada.

Combaterei com todas as energias, para preservar a vontade do povo, me mantendo sereno e acreditando na justiça feita com responsabilidade e imparcialidade.

Muito ainda há de ser dito.

Registro confiança que ao recorrer ao Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba, o resultado das urnas será respeitado, sabedor da fragilidade jurídica dos argumentos postos nos autos.

Sigo confiante! A luta continua!

Douglas Lucena

DIÁRIO DO SERTÃO com informações do Portal Correio

Recomendado para você pelo google

É GRAVE

VÍDEO! Moradores reclamam da falta de exames no laboratório municipal em Patos: “Não tem nem de sangue”

'QUEDA DE BRAÇO'

VÍDEO: Vice-presidente da OAB Nacional afirma que disputa entre advogados e juízes não gera ‘fissuras’

OUTUBRO ROSA

VÍDEO: Cajazeirense relata sua luta contra o câncer de mama e deixa mensagem de otimismo para mulheres

CRÍTICAS A BOLSONARO

VÍDEO: Professora cita problemas na UFCG e alerta para ‘desmonte criminoso das universidades públicas’