header top bar

section content

Deputados iniciam ‘guerra’ judicial nesta segunda-feira pelo caso das camas da UPA da cidade de Sousa

Renato Gadelha moveu ação na Justiça contra Lindolfo Pires após este ter insinuado que seu adversário roubou as camas da UPA de Sousa em 2016

Por Jocivan Pinheiro

11/03/2018 às 18h20 • atualizado em 11/03/2018 às 18h24

Renato Gadelha e Lindolfo Pires

Dois deputados estaduais da cidade de Sousa deverão se enfrentar três vezes este ano em searas diferentes, mas que ultimamente andam bem misturadas: a política partidária e a Justiça.

Renato Gadelha (PSC) e Lindolfo Pires (PROS) iniciaram uma briga judicial quando Lindolfo, em uma entrevista, insinuou que seu adversário havia roubado as camas da UPA de Sousa em 2016. A declaração motivou Renato a ingressar com uma ação na Justiça.

O primeiro ‘round’ dessa disputa ocorrerá na manhã desta segunda-feira (12) no 4º Juizado Especial Cível de João Pessoa. Renato e Lindolfo ficarão frente a frente em audiência perante um juiz. A ação de indenização por danos morais movida por Gadelha pede 35 mil reais e exige que Lindolfo prove o que disse.

O segundo ‘round’ será no Tribunal de Justiça da Paraíba, onde corre uma queixa-crime movida por Renato contra Lindolfo pela mesma razão. Nessa ação, Lindolfo poderá virar réu e ser condenado até a quatro anos de prisão.

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:

Recomendado para você pelo google

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: Se reforma da Previdência não cortar privilégios, sociedade deve ‘gritar’ contra ela, diz padre

INFRAESTRUTURA

VÍDEO: Chuvas destroem ruas de Cajazeiras que não são pavimentadas e moradores cobram ação da Prefeitura

VETERANO DA MÚSICA

VÍDEO: Em Cajazeiras, cantor de renome nacional critica sertanejo universitário: “Virou uma baderna”

COBRA REAJUSTE DE 2018

VÍDEO: Sindicalista elogia Zé Aldemir por salário de professores, mas diz que felicidade é ‘entre aspas’