header top bar

section content

Suposta compra de votos em Cajazeiras e a corrida dos candidatos a deputado estadual agitam a Faísqueira

Os moídos da políticos da região de Cajazeiras, na coluna Faísqueira

Por Campelo - Diário do Sertão em Sousa

05/10/2018 às 09h16 • atualizado em 13/10/2018 às 11h06

Coincidência? Em 2016, às vésperas do dia da eleição, arrombaram o cofre do Banco Santander, em Cajazeiras. Até hoje não pegaram os ladrões. Ao amanhecer do dia 04, três dias antes das eleições, levaram até o cofre com todo dinheiro dos Correios e Telégrafos. Será que este dinheiro é pra comprar votos?

Falta de tempero  Assessoria da prefeitura de São José de Piranhas ao responder/questionar uma notinha da Faisqueira, desconhece, talvez, que quando um prefeito faz uma boa gestão, como é o caso de Chico Mendes, e sendo reconhecido e aplaudido pelos munícipes, não significa que ele tenha “cheiro do povo”.

Falta de Tempero  Um casamento perfeito ele se realiza quando não só tem comida farta na mesa, faz-se necessário ainda carinho, cumplicidade, amor e afago entre o casal. Possivelmente, é disto que muitos piranhenses se ressintam: da palavra, do afeto, do gesto simples e do afago, ou com outras palavras: da aproximação com o povo. Qual o político que não gosta de ser idolatrado? Ovo sem sal alimenta, mas perde o sabor.

Precisa mudar  O prefeito Zé Aldemir tem cansado os seus ouvintes com o seus já “surrados” discursos de bater todas as vezes, que vai uma inaugurar uma obra, em seu adversário político: Carlos Antonio. Alguns aliados dizem que seria mais produtivo se ele o deixasse de lado, no esquecimento, do que sempre o está “colocando na mídia”, mesmo que seja de forma negativa. Vale relembrar Dom Helder: “falem de mim, nem que seja de mal, para eu não cair no esquecimento”, mas Zé parece ter um velho caso de amor com Carlos, não resolvido.

Trator  O deputado Jeová Campos, mais uma vez conta com seu irmão Marquinhos, para impulsionar e fazer funcionar a sua campanha para se reeleger deputado estadual. Todas as mobilizações têm passado por suas mãos, incluindo ainda a “mufufa”  necessária para mover os eventos da região.

Redes sociais  Os três candidatos a deputado estadual: Jeová Campos, Dra. Paula e Júnior Araújo têm ocupado abundantemente as redes sociais para se comunicar com seus eleitores, tendo a equipe de Júnior Araújo se destacado em postar produções de nível de comunicação excelente.

Mais exposição  Dra. Paula, candidata a deputada estadual, tem pegado uma carona de fazer inveja, nas ações administrativas do seu marido, José Aldemir, que é nada menos que o prefeito de Cajazeiras e parece ter sido “orquestrado” para dispará-las na véspera da eleição, como a inauguração do Centro de Imagem e a retomada do asfaltamento da cidade.

Preocupação  José Nello Zerinho Rodrigues, quando prefeito de Cajazeiras, ao acordar, às quatro horas da manhã, abria a janela do seu quarto o olhava pra calçada de sua casa e quando tinha menos de 50 pessoas para atender ficava logo preocupado: “meu Deus o que houve que hoje veio pouca gente?” Da mesma maneira está acontecendo com o prefeito Zé Aldemir, que vem atendendo em média cem pessoas, antes de ir pra prefeitura. Esta prática está longe de se acabar.

Sabedoria?  Os candidatos que têm participado dos comícios, em Cajazeiras, não têm sequer falado o nome de qualquer candidato a presidente da República. E fazem questão de dizer aos seus eleitores que fiquem a vontade na hora de digitar o número na urna eletrônica.

Os intocáveis  Uma notinha da Faisqueira sobre a pressa que alguns vereadores da Câmara de Cajazeiras estariam tendo em que as sessões, neste período de campanha, terminassem no horário regimental e não se prolongassem até as dez horas da noite, teria ferido e magoado alguns dos bravos edis mirins, que teriam descido o “sarrafo” no jornal. Na realidade alguns gostam mesmo é de serem “pabulados” e bajulados. Aplausos para os críticos. Isto tem um saldo positivo: talvez comprem o jornal pra ler.

Silêncio e barulho  Enquanto o vereador Marcos Barros tem feito questão de se expor abundantemente nesta campanha, via redes sociais, pedindo votos para seus candidatos, a vereadora Léa Silva tem sido mais comedida nesta exposição, mas não tem perdido um segundo na caminhada pedindo votos para seu deputado federal, Efraim Filho, seu grande amigo e parceiro.

Gobira  O sapateiro Antonio Gobira, candidato a deputado federal, tem andado mais do que burra de padre atrás de voto. Pesquisas para consumo interno têm demonstrado que vai tirar uma votação expressiva entre os eleitores da zona rural, segmento que tem aceitado as suas mensagens com mais atenção. Poderá surpreender? Só as urnas dirão.

Para assinar o Jornal Gazeta do Alto Piranhas ligue: (83) 3531-1535

Gazeta do Alto Piranhas

ASSISTA!

Imagens de câmeras de segurança mostram assalto a comerciante em frente a banco na cidade de Patos

LAMENTÁVEL

Por causa de dívida de drogas do filho, Sertaneja é morta a tiros dentro de casa no Distrito Federal

VÍDEO

Músico dá show no Acústico Diário e anuncia novo CD de trabalho; ele contou sobre o início da carreira

57 ANOS

VÍDEO: Prefeito prepara obras para serem entregues no dia da cidade em Santa Helena e convida população