header top bar

section content

Aposentados de 92 e 96 anos não abriram mão de votar

Almira Costa de Oliveira, de 92 anos, e Sebastião Manuel de Oliveira, de 96 anos, fazem questão de exercer suas cidadanias em todos os anos eleitorais

Por G1

07/10/2018 às 14h45 • atualizado em 07/10/2018 às 14h46

Seu Sebastião, de 96 anos, e Dona Almira, de 92, a caminho da votação — Foto: Marilia Zacarias

O casal de paraibanos que reside em Natal, Almira Costa de Oliveira, de 92 anos, e Sebastião Manuel de Oliveira, de 96 anos, faz questão de exercer sua cidadania em todos os anos eleitorais. Neste domingo (7), saíram cedo. Às 8h eles já estavam a caminho das Escola Estadual Maria Montezuma, no bairro onde moram, nas Quintas, na Zona Oeste da capital.

Sebastião foi o primeiro namorado de Almira, os dois são casados há 72 anos. O casal morava em Campina Grande se mudou para Natal em 1960, para dar mais chances de estudos aos filhos. “Lá era muito difícil, queria que meus filhos estudassem. Eu tenho paixão pelo estudo”, conta dona Almira.

Hoje eles têm 5 filhos, 15 netos e 14 bisnetos e não deixam de votar em nenhuma eleição. “Nunca se deve deixar de votar, nem votar em branco, temos que escolher um candidato sempre”, diz Almira. No Brasil, o voto é obrigatório até os 70 anos de idade.

A paraibana vota desde os 16 anos e conta que, naquela época, era difícil exercer sua cidadania. Segundo a aposentada, onde morava predominava o voto de cabresto. “Mudou muito, lá época que eu comecei a votar, a gente era quase obrigado a votar em determinados candidatos. Hoje eu voto livre e desimpedida ”, desabafa.

Dona Almira sai pouco de casa, mas para votar ela faz questão de enfrentar as dificuldades de locomoção. “Acho lindo demais votar. Enquanto Deus quiser e enquanto eu tiver com inteligência eu vou votar, não deixo de jeito nenhum. Eu tenho meus documentos todos direitinho. E nunca vendi meu voto”, conta orgulhosa.

Sobre os resultados das eleições dona Almira torce para que independente do resultado os eleitos sejam bons para o Brasil. “Deus queira que os eleitos façam um bom governo para o país”.

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/2018/10/07/aposentados-de-92-e-96-anos-nao-abriram-mao-de-votar.ghtml

ENTREVISTA

VÍDEO: João Azevêdo garante que tem planos para fortalecer produção de leite e área da saúde em Pombal

ALÍVIO

VÍDEO: Para vice-presidente do SINDIÁGUA, eleição de João Azevêdo afasta risco de privatização da Cagepa

FASE DE 'ÓCIO'

VÍDEO: Aposentado, jornalista da PB cita ex-colegas da imprensa que ele admira e diz se pretende voltar

GOVERNADOR ELEITO

VÍDEO: Azevêdo diz que apesar de Sousa não eleger nenhum deputado, cidade terá representante no governo