header top bar

section content

Jeová Campos pede cancelamento da desinstalação da comarca da Uiraúna ao Tribunal de Justiça da Paraíba

O requerimento também propõe a realização de um debate, através de uma Audiência Pública, a fim de possibilitar um amplo debate presencial sobre o tema

Por José Dias Neto

09/07/2020 às 19h29

Jeová Vieira Campos é deputado estadual do PSB

O deputado estadual Jeová Campos apresentou um Requerimento nº 9.721/2020, que passou a ser um pleito da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), após o autor da matéria sugerir ao presidente da Casa, Adriano Galdino que, em nome de todos os deputados paraibanos, encaminhasse ao Desembargador Márcio Murilo da Cunha Ramos, presidente do Tribunal de Justiça da Paraíba, uma manifestação contrária a desinstalação da comarca de Uiraúna.

Como vários deputados pediram para serem coautores da iniciativa e outros pediram para subscrever o pedido, Jeová Campos abriu mão da autoria para que a ALPB encabeçasse a solicitação.

VEJA MAIS:

VÍDEO: Jeová Campos afirma que trará Lula para ‘inauguração popular’ da transposição do São Francisco

“Agora não é apenas um deputado, mas todos os parlamentares paraibanos que irão solicitar ao TJPB que promova o imediato sobrestamento do processo administrativo Nº 2020073926, que dispõe sobre o projeto de resolução – desinstalação da comarca de Uiraúna e agregação à comarca de Sousa -, tendo em vista a pandemia provocada pelo novo coronavírus (covid-19)”, destacou Jeová Campos.

O requerimento também propõe a realização de um debate, através de uma Audiência Pública, a fim de possibilitar um amplo debate presencial sobre o tema com todos os interessados no assunto, de modo especial com a participação da Ordem dos Advogados do Brasil, Defensoria Pública, demais membros da sociedade civil organizada e seus representantes.

Segundo o deputado cajazeirense, o Tribunal de Justiça alega relevante motivo de ordem pública para a desinstalação de comarcas, mas, que essa questão precisa ser revista porque prejudica o acesso da Justiça às pessoas mais necessitadas. “Quando se deveria fazer exatamente o contrário, ou seja, facilitar o acesso do povo à Justiça, o Tribunal faz exatamente o oposto porque desinstalar uma comarca, na realidade, significa extinguir esse espaço tão importante de acesso à própria Justiça”, reitera o parlamentar.

O deputado Raniery Paulino (MDB) levantou uma questão importante sobre essa problemática da extinção de comarcas, lembrando que para instalação destes espaços o TJPB precisa pedir o aval da ALPB e deveria também solicitar tal permissão no momento em que decide desinstalar. “Se para instalar é necessário a autorização da ALPB, o mesmo deveria ocorrer no momento em que o Tribunal decide extinguir. Isso porque todo mundo sabe que o termo desinstalação nada mais é que extinguir”, argumentou o parlamentar.

Durante a votação, outros deputados lembraram que não foi somente a comarca de Uiraúna que passa por esse processo, mas o presidente da ALPB disse que a discussão do requerimento se restringia apenas a comarca de Uiraúna e não abriu espaço para mais debates.

PORTAL DIÁRIO

33º ÓBITO

VÍDEO: Resultado do teste do corretor de imóveis que faleceu em Cajazeiras deu positivo para Covid-19

SUPERAÇÃO

VÍDEO: menino que nasceu sem braços e pernas emociona ao falar sobre sua história de vida

MAIS UMA OPÇÃO

VÍDEO: Wilson Filho diz que governador ‘olha com carinho’ para sua pré-candidatura a prefeito de JP

PARCERIA NÃO-ELEITORAL

VÍDEO: Pré-candidato aliado do Estado reconhece que governador vai apoiar seu adversário em São João

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!