header top bar

string(13) "diario-sertao"

section content

Militante em Cajazeiras e ex-prefeito de importante cidade da Paraíba se diz frustrado com política

Ele confessou que sua experiência na política foi frustrante porque tinha muitos sonhos para melhorar a cidade, mas não deu

Por

06/11/2015 às 14h00

O apresentador de TV na capital do estado e ex-prefeito da  cidade de Bayeux, Jota Júnior falou a TV Diário do Sertão e recordou dos tempos de Rádio em Cajazeiras.

Veja mais:

?EXCLUSIVO: Especialista espanhol revela que emissora da cidade de Cajazeiras é a mais potente da Paraíba e pode ser ouvida no rádio em Portugal, distante há quase 6 mil kms. Ouça!

Idealizador do Rádio Atividades da Difusora, apresentado atulamente pelo radialista Aluísio Lima, ele contou que criou juntamente com o colega Gutemberg Cardoso. “Fico muito feliz porque o programa vem sobrevivendo há décadas”.

Atual apresentador do “Cidade Alerta Paraíba” e criador do Correio Verdade, Jota explicou que esse é um programa que tem uma linha nacional. “Segue o perfil da Record nacional e é bem aceito pela população”.

Os Dez Mandamentos
O apresentador reconheceu que a novela tem ajudado a aumentar a audiência do seu programa e assegurou que a Record foi muito feliz com “Os Dez Mandamentos”, que chegou a derrubar a Globo e conseguir o 1º lugar no ibope algumas vezes. “A Globo vem num ritmo de degradação da família e a Record agora traz um contra ponto à isso”.

Inciando em Cajazeiras, o apresentador revelou que completou 30 anos de trabalho no Radio e televisão.

Rádio
Vindo do Rádio, Jota revelou ser sua paixão e assegurou que trocaria qualquer programa de TV por Rádio. Ele relembrou seu tempo de Rádio em Cajazeiras e declarou que a qualidade dos profissionasi caiu muito nos tempos atuais. “Cajazeiras foi um celeiro de profissionais que ultrapassaram as barreiras do Sertão, mas hoje qualquer um pode ser radialista e isso me deixa muito triste. Infelizmente o Rádio teve uma baixa em qualidade a partir dos seus profissionais”.

Política
Jota Júnior confessou que sua experiência na política foi frustrante porque tinha muitos sonhos para a cidade, mas como era inexperiente na área e tentar “nadar contra a safadeza” sofre muito.

“Tentei fazer o que não me deixaram fazer. Sofri muito. Qualquer homem sério que entra na política se decepciona”. Falou o ex-gestor com tristeza.

Ele disse sua gestão foi a que mais realizou obras na cidade, mas não ficou satisfeito, pois saiu injuriado, discriminado e perseguido. “Não voltaria mais. Não teve futuro pra mim porque meu objetivo não era roubar, era arrumar a minha cidade”.

Assista a reportagem da TV Diário do Sertão!

DIÁRIO DO SERTÃO
 

Tags:
ASSISTA

VÍDEO: ‘Mensagem de Esperança’ debate o mundo e o mal, sexo e outros temas

PARTICIPE!

VÍDEO: Gerente do Sebrae fala de revolução tecnológica em feira de Cajazeiras e convida empreendedores

PLANOS E METAS

VÍDEO: Cantor explica como pretende administrar o Atlético e declara que o problema do clube é político

CAMPEONATO PARAIBANO 2019

VÍDEO: Após vistoria técnica, representantes da CBF elogiam o estádio Perpetão: “É um dos melhores”