header top bar

section content

Jeová Campos propõe criação de Frente Parlamentar em defesa da construção do HU do Sertão

Segundo o deputado, a Frente irá fortalecer o debate em prol da construção do Hospital Universitário do Sertão promovendo debates desde Brasília até o Alto Sertão paraibano.

Por Portal Diário com Assessoria

16/03/2021 às 20h08 • atualizado em 16/03/2021 às 20h10

Deputado estadual Jeová Campos

O Requerimento de nº 13.441/2021 foi aprovado na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), durante sessão remota na manhã desta terça-feira (16). O Documento trata da criação de uma Frente Parlamentar em defesa da Construção do Hospital Universitário do Sertão. A iniciativa partiu do deputado Jeová Campos, que desde o primeiro mandato defende a concretização do Hospital Universitário em Cajazeiras, e é subscrita por vários deputados da Casa, inclusive, o presidente da ALPB, Adriano Galdino também subscreveu.

“Essa é uma pauta muito necessária já que o hospital em questão visa a descentralização de serviços de alta complexidade que, atualmente, ficam muito concentrados em Campina Grande e João Pessoa, a 500 km de distância de Cajazeiras, além de ser um campo de estudo para estudantes da área na região”, defendeu Jeová Campos.

VEJA TAMBÉM

Jeová Campos critica postura de apoiadores de Bolsonaro, em manifestações pelo país

O deputado, que é o autor da propositura, explicou que a Frente Parlamentar terá o objetivo de promover um amplo debate com a bancada federal, com os Ministérios da Educação e Cultura e da Saúde, Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), bem como, com o governo do Estado da Paraíba, prefeitos, vereadores e todos os segmentos da sociedade civil organizada do Sertão e Alto Sertão paraibano, demonstrando ao Ministério da Saúde que existe viabilidade para a construção do Hospital Universitário. “A Frente Parlamentar deverá promover audiências públicas, reuniões, seminários, visitas técnicas, entre outras ações necessárias para que se concretize esse hospital que é fruto de uma luta da sociedade civil organizada, das instituições públicas, e da classe política sertaneja”, destacou Jeová.

DISTÂNCIA

O parlamentar lembrou que esta obra é de extrema importância para o Sertão e Alto Sertão paraibano, principalmente no tratamento de alta complexidade que, atualmente, só é possível nos grandes centros, a exemplo de Campina Grande e João Pessoa. “Estamos a 500 km de João Pessoa e mais de 300 km de Campina Grande, imagina o transtorno que é necessitar de cuidados de alta complexidade e ter que se deslocar essa distância”, pontuou. O deputado lembrou ainda, que além de disponibilizar esses serviços, o hospital também servirá de campo de estudo e estágio para os alunos dos cursos de Medicina, Enfermagem, Odontologia, Serviço Social e Psicologia, entre outros.

O PROJETO

Para a edificação do referido hospital, a ser construído ao lado do Campus da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), em Cajazeiras, já foram assegurados pelo governo federal, por meio de emendas parlamentares, no ano de 2019, o valor de R$ 25 milhões. De acordo com o projeto da unidade, ele terá capacidade de 200 leitos (145 gerais, 20 de UTI adulta, 15 de UTI pediátrica, 10 de UTI neonatal e 10 de UCI), além de centro de imagens avançado, unidades de Patologia e Citopatologia, centro de hemodiálise com 20 leitos, centro de média e alta complexidade em nefrologia e serviço cardiovascular, entre outros.

Perspectiva do projeto da sede do Hospital Universitário do Sertão paraibano.

A VERBA

Segundo o parlamentar, a sociedade sertaneja foi tomada de surpresa com a informação de que, apesar da verba de R$ 25 milhões encontrar-se disponível em caixa, a construção do Hospital Universitário do Sertão poderá não acontecer. “Desconhecemos os reais motivos que levaram o governo federal a tomar esta absurda decisão. Cajazeiras, conhecida como a cidade que ensinou a Paraíba a ler, possui um Campus da UFCG e um Campus do Instituto Federal de Ciência e Tecnologia – IFPB, além de várias faculdades privadas, que ministram importantes graduações. O Hospital Universitário do Sertão beneficiará a população de todos os municípios do Sertão e Alto Sertão da Paraíba, minimizando a elevada carga de atendimentos diários dos Hospitais Universitários de Campina Grande e João Pessoa, além de ser um campo de estudo”, reiterou Jeová.

A FORÇA DA ALPB

O deputado acredita que, com a criação da Frente Parlamentar, esse importante projeto voltará a ser debatido com mais força. “Essa Frente insere a ALPB neste processo, fortalecendo o debate em prol da construção do Hospital Universitário do Sertão. Queremos não apenas evitar que a verba já assegurada de R$ 25 milhões para a edificação do hospital seja retornada aos cofres da União Federal, como viabilizar a construção do mesmo”, finalizou Jeová.

Os deputados Galego de Sousa, Junior Araújo, Buba Germano, Dra. Paula, Estela Bezerra, Pollyanna Dutra, Taciano Diniz e Lindolfo Pires também subscreveram o requerimento de Jeová Campos.

PORTAL DIÁRIO

NA PARAÍBA

VÍDEO: Governador fala da vacinação e do pedido de reforço na quantidade de doses ao Ministério da Saúde

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: Radialista fala de julgamento no TSE que pode recolocar Allan Seixas como prefeito de Cachoeira

SORRISO NO ROSTO

VÍDEO: Mulher abandonada com os filhos pelo marido recebe ajuda em alimentos e agradece à campanha

FECHADO

VÍDEO: Diretor de fiscalização do CRM revela motivos que levaram à interdição do hospital de São João

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!