header top bar

section content

No dia dos ACS e de Combate a Endemias, Veneziano destaca conquistas que concretizou para as categorias

O parlamentar lembrou sua atuação em favor dessas categorias, desde a época em que foi prefeito de Campina Grande e destacou a importância desses profissionais

Por Portal Diário com Assessoria

04/10/2021 às 18h59

Senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB – PB) - vice-presidente do Senado Federal.

O Vice-presidente do Senado Federal, senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB-PB) fez nesta segunda-feira (04) uma referência ao dia dedicado aos Agentes Comunitários de Saúde – ACSs e aos Agentes de Combate a Endemias – ACEs, e lembrou sua atuação em favor dessas categorias, desde a época em que foi prefeito de Campina Grande, passando pelo mandato de Deputado Federal e, agora, Senador da República

Ele destacou a importância desses profissionais e a necessidade de reconhecimento permanente de suas atuações. Veneziano lembrou que, quando Prefeito de Campina, efetivou estes profissionais em suas funções, através de concursos públicos, dando-lhes uma carreira profissional regular e estável, além de um salário digno. “Esta foi a política que adotamos, de priorizar os concursos públicos e dar dignidade aos servidores”.

VEJA TAMBÉM

Veneziano Vital debate ampliação da participação dos jovens na política com membros da Juventude do MDB

Veneziano lembrou que, em sua gestão como prefeito, também realizou concursos públicos para os profissionais do Programa Saúde da Família – PSF, que recebiam seus salários através de contratos precários com as Sociedades de Amigos de Bairro – SABs, além de ter implantado o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração dos profissionais da Saúde e de todas as demais categorias de servidores.

Reajustes salariais com ganho real – Veneziano lembrou que outra providência de sua gestão que beneficiou os ACSs e os ACEs foi conceder reajustes salariais para todos os servidores sempre acima da inflação, o que gerou um ganho real superior a 43%, nos oito anos de gestão (nos 20 anos anteriores à administração Veneziano a perda real havia sido de 15,7%).

Também na sua administração, lembra o ex-prefeito, foram realizados dez grandes concursos públicos. Ao final da 2ª gestão, a Prefeitura de Campina Grande tinha aproximadamente 9.500 servidores. Destes, cerca de 4.500 haviam sido contratados de 2005 a 2012, todos via concursos públicos, sem apadrinhamento e sem favorecimento.

“O universo de servidores comissionados da Prefeitura, que antes da nossa gestão chegou a ser superior a 50% do quadro, não ultrapassava os 450 servidores em dezembro de 2012 – ou seja, menos de 5% do total da Folha. Esta política de valorização fez com que o servidor, na qualidade de trabalhador público municipal, entrasse na Prefeitura por méritos próprios, sem dever favor político a ninguém”, lembrou o hoje senador.

Veneziano também lamentou que a prática do empreguismo tenha retornado à Prefeitura de Campina Grande, num total desrespeito à meritocracia e à valorização dos servidores. Atualmente, a PMCG tem quase 10 mil servidores sem concurso público, entre comissionados e contratados “por excepcional interesse público”, o que garante “cabides de emprego e salários altos para familiares, amigos próximos e outras pessoas que, muitas vezes, não aparecem nem para trabalhar”, lamentou o senador.

PORTAL DIÁRIO

DESENTENDIMENTO VIOLENTO

VÍDEO EXCLUSIVO: Bebedeira de amigas termina com mulher surda e muda agredida e ensanguentada em Pombal

'SÍNODO DOS BISPOS'

VÍDEO: Em missa solene, bispo e padres da Diocese de Cajazeiras homenageiam Monsenhor Gualberto

NO ACÚSTICO DIÁRIO

VÍDEO: Cantor de apenas 17 anos, primo de Flávio Pizada Quente agita galera com repertório de ‘piseiro’

EX-PRESIDIÁRIO

VÍDEO: Usuário de drogas é vítima de tentativa de homicídio em Pombal; tiros atingiram o ombro da vítima

Recomendado pelo Google: