header top bar

section content

Por unanimidade, STF acata recurso e mantém prefeita do Sertão no cargo

Nas eleições do dia 7 de outubro de 2012, Pollyanna foi eleita prefeita de Pombal com 9.859 votos.

Por

22/05/2014 às 16h40

Pollyana Dutra poderá se complicar com prestações de contas

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu por unanimidade, dar provimento ao recurso interposto pela prefeita de Pombal, Pollyanna Dutra (PT), e a manteve no cargo. O relator do processo foi o ministro Teori Zavascki.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) havia negado o registro de candidatura à petista por considerá-la inelegível por entender que ela estava concorremdo a um terceiro mandato, representando um mesmo núcleo familiar, para a Prefeitura.

O entendimento da maioria dos ministros do TSE foi de acordo com o TRE da Paraíba que acatou os pedidos de impugnação apresentados pela Coligação “Unidos Para o Bem de Pombal” e pelo Ministério Público Eleitoral, que contestavam o registro da chefe do executivo por figurar uma terceira candidatura.

Em seu despacho, o relator do STF argumentou que o então marido da gestora faleceu um ano antes do pleito eleitoral em que ela disputou a Prefeitura de Pombal pela primeira vez, afastando a possibilidade dela ter se beneficiado de benesses do governo.

Pollyana foi casada com o ex-prefeito da cidade, Jairo Feitosa, que faleceu ainda durante o mandato. Na eleição seguinte, ela se candidatou e venceu o pleito.

Nas eleições do dia 7 de outubro de 2012, Pollyanna foi eleita prefeita de Pombal com 9.859 votos. A segunda colocada, Mayenne Van (PMDB) obteve 9706 votos.

DIÁRIO DO SERTÃO com o Blog do Gordinho

Tags:
MÊS ESPECIAL

VÍDEO: Paróquia Nossa Senhora de Fátima em Cajazeiras encerra festa neste sábado com mensagem de paz

ANTAGONISMO

Bolsonaro x Haddad: plano de privatização do ensino contra gestão que abriu 126 universidades, diz padre

VÍDEO & FOTOS

DIA DAS CRIANÇAS: Atividades e festa resgatam o prazer de brincar em alunos de escola de Cajazeiras

MORTO HÁ DOIS ANOS

VÍDEO: Filha conta detalhes do assassinato de comerciante sousense e se emociona: “Sou Damião Malvino”