header top bar

string(13) "diario-sertao"

section content

Deputados denunciam obras paralisadas e criticam falta de políticas públicas em saúde e na agricultura

Os parlamentares ainda criticaram a ausência de investimento e de políticas públicas nas áreas de saúde e agrícola na Paraíba.

Por

24/10/2013 às 16h21

A sessão ordinária da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), nesta quinta-feira (24), ficou marcada por discursos sobre vários temas, a exemplo do aniversário do município de Patos e da paralisação das obras de construção de escola da rede estadual, no Litoral Norte. Os parlamentares ainda criticaram a ausência de investimento e de políticas públicas nas áreas de saúde e agrícola na Paraíba.

O deputado Frei Anastácio (PT) foi o primeiro a discursar na sessão desta quinta feira. Ele criticou a atitude do Governo do Estado, que determinou o aumento do contingente policial nos arredores da Praça dos Três Poderes e do Centro Administrativo Estadual, horas antes da audiência de lideranças camponesas com o governador do Estado, e afirmou que nunca tinha visto uma situação deste tipo na Paraíba. Segundo o petista, falta sensibilidade do governo para dialogar com os movimentos sociais.

“São mil policiais que estão hoje de alerta. A cidade está sitiada por causa de uma audiência? E com medo de quem, de trabalhadores que produzem? Não pode isso. O que está acontecendo em João Pessoa hoje é vergonhoso! É um homem [o governador Ricardo Coutinho] que não tem sensibilidade, não conhece a realidade dos trabalhadores rurais”, disse.

O líder do governo, Anísio Maia (PT), também criticou a medida do governo e afirmou que a situação é agravada pelo pouco investimento na política agrícola do Estado. “Qual é o projeto de irrigação apresentado por esse governo? Caprinocultura? Temos um dos melhores rebanhos de caprinos do país e o que esse governo fez com a Caprinocultura? Ele fez foi o favor de interromper o programa do Leite e prejudicar os pequenos produtores”, disse.

Anísio ainda lamentou o baixo investimento em vários outros pontos da área agrícola, a exemplo do desenvolvimento genético de embriões de caprinos e ovinos; a distribuição de raquetes de palma; o não desenvolvimento da cultura do abacaxi e a baixa produção de leite. “O que foi feito com a bacia leiteira de Sousa? Grandes produtores de leite investiram e agora estão na falência. O que foi feito com a exposição de animais de Guarabira, que agora serve para abrigar aulas de auto-escolas? Ele não quer receber os assentados, porque esse governo não tem o que apresentar, não tem uma política agrícola e nem projeto para de crescimento nesta área”, concluiu o deputado. 
 
Sessão itinerante discutiu a situação de irrigantes do Rio Piranhas
 O deputado Janduhy Carneiro (PTN) destacou os resultados da sessão itinerante promovida pela ALPB, em Pombal, na última quinta-feira (17). O objetivo foi debater o controle das águas do sistema adutor Coremas-Mãe D´Água. Segundo ele, o evento buscou uma alternativa para resolver a situação dos agricultores de áreas ribeirinhas do Rio Piranhas, que passaram a irrigar a terra em dois dias da semana, após resolução aprovada pela Agência Nacional de Águas (ANA).

Segundo o deputado, a sessão contou com as presenças do deputado Vituriano de Abreu (PSC), do senador Vital do Rego e do deputado federal Hugo Mota (ambos do PMDB), além de lideranças e agricultores locais.

“A nossa proposta foi de que eles pudessem irrigar no período da tarifa reduzida [de 2h às 11h]. Com isso, haveria uma contenção de água, atendendo o que a ANA quer. Agora, vamos encaminhar as notas taquigráficas para o Ministério Público Federal, para a bancada federal e para o Sindicato dos Irrigantes. O Ministério Público precisará tomar as providências cabíveis para não prejudicar os nossos irrigantes”, destacou.
 
Aniversário de Patos
O deputado Monaci Marques (PPS) parabenizou a cidade de Patos, que nesta quinta-feira comemora 110 anos de Emancipação Política. “Neste dia especial, só tenho em meu coração uma imensa gratidão a todos os meus conterrâneos e amigos pela confiança depositada nas urnas e que fizeram de mim um legítimo representante de todos os paraibanos na Assembleia Legislativa”, disse.
Monaci ainda enalteceu o potencial econômico do município. Segundo ele, no ano de 2012, Patos ficou entre as 20 cidades do interior brasileiro com maior potencial de consumo, se notabilizando como uma das cidades que mais crescem no país. “Patos é uma das cidades mais importantes da Paraíba. Distante 307 km de João Pessoa, ela possui acesso direto a outros três estados, Pernambuco, Ceará e Rio Grande do Norte, o que facilita o escoamento da nossa produção industrial, que ainda pequena, mas que está em grande expansão”, frisou.
 
Paralisação de obra em escola
Gervásio Maia (PMDB) criticou a paralisação da construção de uma unidade escolar da rede estadual, no município de Mataraca. Ele mostrou as imagens da obra no telão do plenário. “Esta escola estava sendo construída a todo vapor e bastou o governador Ricardo Coutinho assumir para as obras pararem. Já estamos entrando no quarto ano de mandato e nada é feito. Não temos a menor dúvida, é um governo incapacitado. É um governo sem equipe de cumprir os 40 anos tão prometidos na campanha”, disse.

Já o deputado Raniery Paulino (PMDB) voltou a destacar a aprovação do projeto de Lei 1.578/2013, de sua autoria, na sessão desta quarta-feira (22),  que institui a obrigação de divulgação de dados relativos a viagens aéreas custeadas pelo Poder Executivo. “Agradeço aos votos favoráveis e a àqueles que debateram e apresentaram ideias que melhoraram o projeto. Queremos um relatório das viagens feitas com o dinheiro público e espero que o governador sancione essa matéria que é demais importante para fortalecer a transparência”, disse.  
 
Caos na saúde pública
Toinho do Sopão (PEN) foi o último orador da sessão. Ele abordou o “caos” existente na saúde pública brasileira e propôs a formação de uma comissão de deputados para visitar vários hospitais do Estado. O deputado ainda citou problemas como a falta de medicamentos e de leitos nas unidades de saúde e apresentou o exemplo de uma paciente idosa, de 107 anos, vítima de uma lesão no fêmur, que teria demorado cerca de 30 dias para conseguir uma cirurgia.

“Será que o Poder Público está querendo que os idosos morram mais rápido? Estão deixando os nossos idosos à míngua morrendo nos hospitais. Nós não somos um motor que pifa e se troca uma peça, nós precisamos é sermos medicados ainda com vida. Por isso, mostro a minha indignação. Estão brincando com a saúde do nosso povo”, disse o deputado.

Da Assessoria

Tags:
CLUBE VIVE IMPASSE

VÍDEO – Representante do Atlético em reunião da FPF apresenta fórmula para participar do Paraibano 2019

VÍTIMA DA DIABETES

VÍDEO: Ameaçada de perder o segundo pé, idosa de Cajazeiras pede ajuda para adquirir sandália especial

ASSISTA

VÍDEO: ‘Mensagem de Esperança’ debate o mundo e o mal, sexo e outros temas

PARTICIPE!

VÍDEO: Gerente do Sebrae fala de revolução tecnológica em feira de Cajazeiras e convida empreendedores