header top bar

section content

Efraim lamenta saída de Lacerda e diz: quem tiver mandado e deixar o DEM será punido

O presidente do DEM na PB disse que quem resolver deixar o DEM contra a determinação da justiça vão ser punidos.

Por

14/04/2011 às 12h08

O Presidente dos Democratas na Paraíba, Efraim Morais (DEM) falou nessa quarta-feira (14), ao Portal Diário do Sertão sobre a saída do ex-vice-governador, Zé Lacerda para o PSB. Ele lamentou, mas disse que foi uma decisão pessoal do ex-companheiro.

Efraim disse também que Zé Lacerda foi um dos mais privilegiados pelo DEM, pois, na indicação do partido para vice na chapa de Cássio Cunha Lima, teve seu nome escolhido.

“Na época que os Democratas se chamada PFL, num acordo que fizemos com o ex-governador Cássio, condicionamos a vice do PFL e este vice foi Zé Lacerda, então observe que ele teve um tratamento especial em relação ao partido, mas lamentamos a sua saída.” Disse Efraim Morais.

Perguntado pela reportagem se ele não está preocupado com outros que possam migrar para novo partido, Efraim disse que não, porque aqueles que resolverem deixar o DEM contra a determinação da justiça vão contra a fidelidade partidária serão punidos. “Espero que isto não aconteça e não estou preocupado, porque o partido continua forte e vai chegar aos duzentos e vinte três municípios”. Finalizou.

Veja vídeo:

DIÁRIO DO SERTÃO
 

Tags:

Recomendado para você pelo google

QUE VENHA!

VÍDEO! Profeta da chuva revela a previsão para o inverno no Sertão da Paraíba: “Serão 9 meses de chuva”

POLÊMICA

VÍDEO: Vereador cobra a convocação do concurso de Cajazeiras: ‘Era de urgência e o prefeito não convoca’

VÍDEO

Deputado cajazeirense abre o jogo e revela com quem fica após o racha no PSB da Paraíba

EDUCAÇÃO

VÍDEO: Xeque Mate fala sobre tradicional colégio de Cajazeiras e recebe diretora, professoras e alunas