header top bar

section content

Cássio declara publicamente apoio a Ricardo

Depois de meses de indefinição e suspense em torno das alianças firmadas para o próximo pleito, o ex-governador Cássio Cunha Lima oficializou seu apoio à candidatura do prefeito da Capital, Ricardo Coutinho, na tarde de hoje (11). O tucano disse que a decisão já estava tomada desde setembro de 2009, quando houve uma rodada de […]

Por

11/01/2010 às 16h23

Depois de meses de indefinição e suspense em torno das alianças firmadas para o próximo pleito, o ex-governador Cássio Cunha Lima oficializou seu apoio à candidatura do prefeito da Capital, Ricardo Coutinho, na tarde de hoje (11). O tucano disse que a decisão já estava tomada desde setembro de 2009, quando houve uma rodada de negociações com a executiva nacional do PSDB, na cidade de Natal (RN).

“A executiva nacional, naquele momento, não fazia exigência sobre uma candidatura própria do partido, e nos deixou livres para fazer uma aliança com o PSB. Cícero tinha me oferecido à presidência do PSDB, mas não aceitei por que eu iria viajar. Quando voltei, Cícero achou melhor continuar na presidência, para não perder tanto espaço, já que sabia que meu apoio seria de Ricardo Coutinho”, revelou Cássio.

Diálogo
Com a declaração oficial de apoio ao PSB, Cássio afirmou que ainda irá manter diálogo com Cícero a fim de convencê-lo a seguir com Ricardo Coutinho, pois para o ex-governador na política divergências pessoais devem ter menos importância: “As diferenças de Cícero são de ordem local e pessoal, por que em outros pleitos Ricardo foi adversário, mas estamos apelando a ele que supere essas divergências em torno de um projeto que vai melhorar a vida do povo da Paraíba”, destacou.

O ex-governador disse que nas instâncias próprias, o PSDB irá buscar todos os filiados em âmbito estadual para discutir democraticamente a cerca das duas teses “legítimas”: a primeira que defende a candidatura de Cícero, e uma segunda tese, defendida por Cássio, de apoiar a candidatura do PSB.

Falando de Traição
Porém, o ex-governador descartou que estaria traindo o senador Cícero: “A minha decisão foi colocada de forma clara e transparente, em discussões com Cícero. Espero que não misturem a relação fraterna de amizade com decisões e divergências políticas. Não estamos traindo, apunhalando pelas costas, nada disso. Amigos tem opiniões divergentes, e eu a partir de agora passo a defender publicamente a aliança com o PSB em torno da candidatura do prefeito Ricardo Coutinho”, declarou.

Cássio esclareceu que a executiva nacional do PSDB não exigiu palanque do partido, e citou que em Pernambuco provavelmente o PSDB não terá candidatura própria, assim como no Ceará de Tarso Jereissati, também não.

Porque Ricardo
Como uma forma de justificar sua escolha pela candidatura do PSB, Cássio afirmou que a união representa o novo, e visa garantir a governabilidade no Estado: "Queremos garantir a governabilidade, em um olhar novo para o futuro. Uma candidatura única das oposições é mais viável, mesmo com a reunião de vários partidos, a exemplo do que foi feito pelo Presidente Lula, para garantir o melhor para o Brasil. No próximo ano teremos a chance de desenvolver um novo modelo, virar a página e escrever uma nova página na história da Paraíba", concluiu.

A entrevista do ex-governador Cássio Cunha Lima foi concedida no programa radiofônico Paraíba Agora, da Rede Paraíba Sat.

Da redação com PB Agora

Tags:

Recomendado para você pelo google

TRAGÉDIA

VÍDEO: Comandante da PM lamenta morte de vereador e diz que assassinos são conhecidos no crime

VÍDEO

Padre convoca população para manifesto pelo Parque de Exposições na visita do governador a Cajazeiras

VÍDEO

Jornalista ‘aposta’ em união de João Azevêdo e Cartaxo para derrotar Ricardo Coutinho em JP

VÍDEO

Capitão da PM conta que vítima de tiros em Cajazeiras fez revelação sobre crime antes de morrer