header top bar

section content

Jeová agradece indicação para vice-governador, mas reitera apoio a Luciano

O deputado Jeová Campos ficou muito satisfeito com a indicação dele como candidato a vice do governador Maranhão na chapa do PMDB feita pelo prefeito de Cajazeiras, Léo Abreu (PSB).

Por

04/01/2010 às 21h41

O deputado Jeová Campos ficou muito satisfeito com a indicação dele como candidato a vice do governador Maranhão na chapa do PMDB feita pelo prefeito de Cajazeiras, Léo Abreu (PSB).

Entretanto, o parlamentar renovou o seu compromisso de apoiar dentro do PT o nome do atual vice-governador Luciano Cartaxo (PT). “Tenho compromisso de defender o nome dele como vice, e considero complexa a escolha do companheiro de chapa de Maranhão, e a formatação da aliança depende da conjuntura e das forças políticas do estado”, afirmou o petista.

Escolhas
Jeová revelou que a idéia de Léo Abreu é um sinal que o grupo do prefeito sabe que duas candidaturas a deputado estadual em Cajazeiras podem levar a desgastes imprevisíveis, indagando ainda de que não está rompendo com ninguém, pois segundo ele, Léo fez um compromisso no ano de 2008, indicando o seu nome para deputado estadual, e se estão retirando tal apoio para uma candidatura que não estava na agenda , significa escolher uma caminho de desagregação do grupo. “Eu não gostaria de ver o grupo desagregado, pelo contrário, eu gostaria de vê-lo unido e integrado, mas política é como namoro, cada um faz as suas escolhas, e eu já fiz a minha que é de união”, finaliza.

Escute o aúdio

RAQUEL ALEXANDRE
Da redação do Diário do Sertão
Com aúdio da Rádio Oeste da Paraíba

Tags:
DEPENOU O GALO

VEJA OS GOLS: Atlético de Cajazeiras vence o Treze de Campina e assume a liderança isolada do Paraibano

NA TELA DA TV DIÁRIO

Diário Esportivo traz tudo sobre a 2ª rodada do Paraibano; Tático narra gol da vitória do Atlético

SE CUIDE!

VÍDEO: No Janeiro Branco, Diversidade em Foco promove uma ‘Conversa sobre suicídio e como evitá-lo?’

RECONHECIMENTO

Prefeito de Sousa garante ajuda mensal ao médico cubano: “Eu irei ajudá-lo em todos os momentos”