header top bar

section content

Os moídos da política sertaneja

A coluna faisqueira destaca os balaios de gato do sertão

Por

19/12/2009 às 07h57

Balaio de gatos
O prefeito de Cajazeiras, Léo Abreu (PSB), depois que tomou conhecimento da adesão do DEM a candidatura do prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho (PSB), ao governo de estado, detonou: não fico neste balaio de gatos. Léo Abreu não gostou nada da adesão do prefeito Carlos Antonio (DEM) a candidatura de Ricardo, porque pregava a união do seu PSB com o PMDB de Maranhão. Ainda vão rolar muitas pedras e bagulhos por debaixo da ponte.

Balaio de gatos 2
Dr. Léo não tinha encontrado ainda um mote para cantar em versos o seu apoio ao governador José Maranhão e o pior: não sabia como dizer não a Ricardo Coutinho. Agora ele tem razão e motivo de sobra para dar as costas ao candidato do seu partido ao governo do estado, Ricardo Coutinho e dizer: não subo em palanque ao lado de Carlos Antonio. Um dilema resolvido com a participação de um inimigo tem um sabor diferente e para que isto aconteça é preciso ter uma sorte.

Ódio?
Um cristão pode manter ódio no coração? Esta é a pergunta que muitos amigos do deputado estadual Jeová Campos (PT) têm feito com relação ao procedimento do deputado federal Luiz Couto em acusá-lo de um fato, que Jeová nega categoricamente não ter se envolvido. Para os que não sabem Luis Couto é um sacerdote da igreja católica e deve rezar missa todos os dias. Imagine se este cidadão não fosse cristão o que não teria feito ainda mais com o pecador Jeová Campos.

Ódio? 2
Entende-se que um padre é preparado para o perdão, para a humildade e a fraternidade. Infelizmente, quando um homem se envolve com a política partidária, cujo objetivo e única finalidade é chegar ao poder, ele fica cego e a paixão toma de conta de seu ser. Luis Couto ao ser derrotado numa disputa interna do seu partido resolveu se vingar de Jeová. E a pergunta é: por que não fez esta denuncia antes? Será que teria tentado cooptar Jeová para votar nele em troca de seu silêncio? Muitos imaginam que sim. Que padre!

Ódio? 3

Jeová teria chorado ao tomar conhecimento das declarações do Padre Luis Couto. As suas lágrimas bem que poderiam irrigar o coração deste cidadão, que depois deste episódio fica bem mais complicado, para em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, pedir o perdão, na hora da confissão, dos pecados de nós pobres e miseráveis pecadores, amém! Para saber a gravidade deste episódio basta ficar no lugar de Jeová, o réu, como ficou Cristo diante de Pilatos. Vale lembrar: é tempo de Natal, de paz e de esperança!

Destronado
O vereador e presidente da Câmara Municipal de Cajazeiras Marcos Barros (PSDB), segundo os “olheiros”, vai ser destronado do cargo de “Rei”. Quem vai mandar a partir de agora é a vereadora Léa Silva e o ex-prefeito Carlos Antonio, ambos do DEM, via senador Efraim Morais. Todas as negociações terão que passar pelos dois. Um hábito que Marcos não tinha e agora passou a ter é o de roer as unhas. É um sinal que está começando a ficar preocupado com esta mudança no “eixo” da política local.

Ricardo Coutinho
Em entrevista prestada a Rádio Alto Piranhas, o prefeito e candidato a governador do estado, Ricardo Coutinho, instado a falar sobre a posição do prefeito de Cajazeiras, Léo Abreu, disse que ele tinha sido beneficiado com a estrutura e os programas do PSB e que iria conversar com o mesmo para tentar reverter a sua “adesão” a candidatura de José Maranhão. Ricardo não vai desistir de reconquistar Léo.

Vinte litros de leite
O prefeito de Poço Dantas, Itamar Moreira, teria “rompido” com o governo Maranhão e com o seu possível apoio a candidatura de Jeová Campos a deputado federal porque não conseguiu elevar de 60 para 80 litros de leite para ser distribuído diariamente com a população carente de seu município. Itamar anda propalando aos quatro cantos do Sertão da Paraíba, que se não conseguiu mais vinte litros de leite imagine o resto. Ele diz ainda tô fora!

Vinte litros de leite 2
Itamar ao mesmo tempo em que diz não votar em Jeová para deputado federal, afirma que o filho de Wilson Santiago é o seu candidato predileto e caso ele não emplaque, vai votar em Manoel Júnior. Só uma pessoa pode “dobrar” Itamar para se engajar na campanha de Maranhão ao governo do estado e Jeová para federal: Wilson Santiago, pessoa que come de seu feijão com pirão de costela de vaca, com um detalhe: na mesa da cozinha de sua casa. É prestigio sobrando e amizade antiga.

Teta Francisco
O prefeito de Cachoeira dos Índios, Teta Francisco (PR), tem dito nas rodas políticas que o seu compromisso com Jeová Campos (PT), seria para com sua postulação à Assembléia Legislativa da Paraíba e o seu candidato a deputado federal é Wellington Roberto, com quem esteve esta semana na Capital Federal buscando recursos para obras em sua cidade. Jeová não tem tido muita sorte com os candidatos a prefeito que ajudou a eleger e na hora que mais precisa estão todos pulando fora, igual a milho de pipoca em panela de barro com fogo de jurema embaixo.
 
Do Jornal Gazeta do Alto Piranhas

Tags:
DEPENOU O GALO

VEJA OS GOLS: Atlético de Cajazeiras vence o Treze de Campina e assume a liderança isolada do Paraibano

NA TELA DA TV DIÁRIO

Diário Esportivo traz tudo sobre a 2ª rodada do Paraibano; Tático narra gol da vitória do Atlético

SE CUIDE!

VÍDEO: No Janeiro Branco, Diversidade em Foco promove uma ‘Conversa sobre suicídio e como evitá-lo?’

RECONHECIMENTO

Prefeito de Sousa garante ajuda mensal ao médico cubano: “Eu irei ajudá-lo em todos os momentos”