header top bar

section content

DEM decide por 20 votos a 1 apoiar pré-candidatura de Ricardo em 2010

Efrain, presidente estadual do partido, afirmou que essa é uma decisão sem volta: “Contra a vontade do povo não se pode caminhar, e a vontade do povo é Ricardo Coutinho para o governo em 2010”.

Por

14/12/2009 às 15h02

Em votação que aconteceu nesta segunda-feira(14), no Hotel Tambaú, o Diretório estadual do DEM decidiu por 20 votos a 1 apoiar a pré-candidatura do prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho, ao Governo do Estado. Apenas um voto se posicionou favorável à candidatura de Cícero Lucena. 

Os deputados estaduais Lindolfo Pires, João Henrique, e o federal Major Fábio, não votaram. O primeiro porque chegou depois de concluída a votação. Os outros dois sequer compareceram ao Hotel Tambaú. 

O senador Efrain Morais, presidente estadual do partido, afirmou que essa é uma decisão sem volta: “Contra a vontade do povo não se pode caminhar, e a vontade do povo é Ricardo Coutinho para o governo em 2010”. 

Indicando que mais partidos irão se unir a essa candidatura, o senador afirmou que é fundamental que haja a união das oposições para que o Governo do Estado volte para as mãos do povo. 

Sobre a situação do PSDB, Efrain informou que Cícero telefonou no início da manhã para agradecer o convite, mas não poderá comparecer à convenção do DEM. O motivo da sua ausência acontece pelo fato de que também nessa manhã, Cícero Lucena e Cássio Cunha Lima se reuniram para finalmente definirem a situação do PSDB. De acordo com Efrain, Cícero enfatizou que deverá ser tomada uma decisão pacífica para o partido. 

Fonte: Wscom

Tags:
SANTO PADROEIRO

VÍDEO: Padre anuncia programação da festa de Dom Bosco em Cajazeiras; festival de música é confirmado

FÓRUM AÇUDE GRANDE

VÍDEO: Grupo entrega documento no MP para fortalecer campanha de revitalização do açude de Cajazeiras

"FICOU DESPREZADA"

VÍDEO: Mulher acusa HRC de negligência no caso da morte de sua irmã após parto; hospital responde

ESTÁ NA CAPITAL DESDE 2015

EXCLUSIVO: Após três anos, lendário padre de Cajazeiras revela o que motivou sua ida para João Pessoa