header top bar

section content

Nilsinho deixou PSD para não seguir Rômulo na oposição de Cajazeiras, afirma radialista

Para Jarismar Pereira, março vai ditar o rumo das eleições no sentido de quem vai permanecer ou não no grupo em que atualmente está

Por Jocivan Pinheiro

17/02/2016 às 17h35 • atualizado em 17/02/2016 às 17h38

O colunista político Jarismar Pereira está atribuindo ao próximo mês de março maior importância do que o mês em que as pré-candidaturas a prefeito e vereador serão lançadas oficialmente nesse ano.

Para ele, por ser o prazo final para filiações de possíveis candidatos que já estão em mandato eletivo, março vai ditar o rumo das eleições no sentido de quem vai permanecer ou não no grupo em que atualmente está.

Nilson Lopes (esq.) e Rômulo Gouveia

Nilson Lopes (esq.) e Rômulo Gouveia romperam

O primeiro indício de grandes mudanças partidárias nesse mês foi a notícia de que o presidente da Câmara Municipal de Cajazeiras, vereador Nilson Lopes (Nilsinho), deixará o PSD e vai para o PDT.

A mudança, segundo Jarismar, acontecerá porque provavelmente o deputado federal Rômulo Gouveia, líder do PSD na Paraíba, vai apoiar a oposição de Cajazeiras nas eleições municipais, enquanto que Nilsinho deverá apoiar a situação.

Sendo assim, para não ser obrigado a acompanhar o voto de Rômulo por questões partidárias, Nilsinho se antecipou e vai mudar de partido.

– O que vai ter de troca-troca de partidos não vai estar no gibi – antecipa Jarismar – principalmente aqueles que estão insatisfeitos com sua legenda e vão agora poder sair sem ter nenhum problema de perder o mandato – conclui.

DIÁRIO DO SERTÃO

PROBLEMA GRAVE

VÍDEO: No Xeque-Mate, voluntários debatem sobre maus tratos e abandono de animais em Cajazeiras

SANTO PADROEIRO

VÍDEO: Padre anuncia programação da festa de Dom Bosco em Cajazeiras; festival de música é confirmado

FÓRUM AÇUDE GRANDE

VÍDEO: Grupo entrega documento no MP para fortalecer campanha de revitalização do açude de Cajazeiras

"FICOU DESPREZADA"

VÍDEO: Mulher acusa HRC de negligência no caso da morte de sua irmã após parto; hospital responde