header top bar

section content

Vituriano afirma que há possibilidade de aliança com o deputado Jeová

O ex-prefeito cajazeirense confirmou que existem algumas alianças para apoiá-lo nas eleições 2010 que foram apenas iniciadas, mas não estão concluídas, e há ainda outras que estão abertas.

Por

03/12/2009 às 07h55

O ex-deputado e ex-prefeito de Cajazeiras, Antonio Vituriano de Abreu, declarou à nossa reportagem que ainda não está confirmado a sua aliança com o deputado estadual Jeová Campos, pois está mais preocupado com a sua vitória, mas que ainda irá conversar para ver se há possibilidade de ocorrer tal ligação, afirmando ainda que para vencer o pleito eleitoral, é necessário ampliar os apoios, e fazer coligação com quem tiver retorno de votos.

O ex-prefeito cajazeirense confirmou que existem algumas alianças para apoiá-lo nas eleições 2010 que foram apenas iniciadas, mas não estão concluídas, e há ainda outras que estão abertas. Ele argumentou que junto com o prefeito Léo Abreu, já iniciou há três meses encontros e debates com os seus possíveis aliados, e que vem mantendo segredo com relação a tais alianças, a fim de que não venha a prejudicar os prefeitos e vereadores.

Apoio
Vituriano enfatizou que está conversando com o deputado estadual Leonardo Gadelha, a fim de estabelecer um possível apoio, pois sendo ambos do mesmo partido (PSC), ficará mais fácil de vencer as eleições 2010 para deputado federal, e segundo ele, os eleitores estão bem mais exigentes, e desejam que eles mantenham os apoios não somente no período de campanha eleitoral, como também durante os mandatos.

A saída do PMDB

O ex-deputado confirmou que deixou o PMDB, pois o seu grupo político precisa de um partido menor para vencer as eleições, já que este partido está dispondo de um grupo muito forte nas eleições para deputado estadual, e segundo ele o candidato que não estiver à altura dos deputados aliados do governador, certamente não vencerá o pleito.

Segundo Vituriano, Maranhão pediu para que ele não saísse do partido, entretanto, o ex-deputado não pode atender a esta solicitação, pois este afirmou que o governador imaginou que todos os candidatos a deputado estariam no mesmo nível que ele, então, ele chegou à conclusão de que o chefe do executivo estadual não atenderia às suas reivindicações, como dos outros deputados com mandato.

Confira a entrevista do médico Vituriano de Abreu:


RAQUEL ALEXANDRE
Da redação do Diário do Sertão

Tags:
DÍVIDAS ALTAS

EXCLUSIVO: Juiz se pronuncia sobre processo trabalhista que pode tirar Atlético do Campeonato Paraibano

FUTEBOL

VÍDEO: Diário Esportivo traz resumo da 2ª rodada do Paraibano e detalhes da nova contratação do Atlético

COM CHICO CARDOSO

VÍDEO: ‘Briga’ entre Zé Aldemir e Airton, e Tyrone com os Gadelhas são os destaques do Direto ao Ponto

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Advogadas tiram dúvidas sobre Previdência Social e criticam atendimento no INSS de Cajazeiras