header top bar

section content

Os pingos quentes da política na coluna Faisqueira

A coluna Faisqueira do Jornal Gazeta do Alto PIranhas

Por

14/09/2009 às 10h49

Fiasco
O último processo que tramitava na justiça pedindo a cassação do prefeito de Bom Jesus foi julgado. As oposições contavam como certa a cassação, mas as esperanças que tinham de tomarem o poder foi de água abaixo. O prefeito Manoel Venceslau comemorou e os seus “desafetos” ficaram só chupando o dedo como menino quando está com sono.

Bom Jesus

As noticias que circulam pelos bastidores da política de Bom Jesus é que o atual prefeito está dando de dez a zero, em matéria de administração, no ex-prefeito Evandro Brito. Está rigorosamente em dia com o funcionalismo, com os fornecedores, com a Câmara Municipal e está dando expediente na prefeitura, fato inédito naquela cidade, porque os administradores anteriores andavam se escondendo do povo e nunca apareciam na sede da edilidade.

Bom Jesus 2
A oposição que previa que Manoel seria “um pau mandado” do ex-prefeito Evandro Brito, simplesmente caiu do cavalo. Manoel está prometendo, mesmo com a crise, aproveitar os poucos recursos que sobram e investir em obras que ajudem o povo de sua cidade. O fato é que o homem está surpreendendo. É o velho ditado: “de onde menos se espera…”

Mais vezes

O ex-prefeito Carlos Antonio gostou das manifestações do povo quando prestou entrevista a Rádio Alto Piranhas. Como suas criticas foram mais contundentes a administração do prefeito Léo Abreu reavivou um pouco o espírito das oposições local, que estavam bem “apagadas” e quase morrendo. Com este fato Carlos se animou e quer fazer um programa, uma vez por semana, que já tem até nome: “A voz do povo” e será feito diretamente de um dos bairros da cidade.

Mais vezes 2
Com este programa pretende manter viva a chama da oposição, vai se manter na mídia e dar inicio a campanha para as eleições de 2010. Poderá até alicerçar o seu projeto de ser candidato a deputado federal, ajudar na eleição de José Aldemir e ainda abrir um canal para seus candidatos ao governo do estado e ao senado da República. Tudo indica que até patrocinador já apareceu para financiar o programa.

Crise a vista

Os funcionários da edilidade cajazeirense que foram contratados através do Processo Seletivo com prazo determinado de seis meses estão com os dias contados para serem dispensados do serviço. Tudo leva a crer que diante da grave crise financeira por que passam os municípios brasileiros, o prefeito Léo Abreu estaria com a séria determinação de ao invés de renovar por mais seis meses, como a Lei faculta, vai dispensá-los. Este fato resolveria em parte e crise financeira e por outro lado poderia gerar uma “crise política”.

Crise política 2
Esta futura “crise política” estaria preocupando muito o médico Antonio Vituriano de Abreu (PMDB)?, porque com a dispensa destes quatrocentos contratados, poderia repercutir e prejudicar o seu projeto político e a sua candidatura a deputado estadual. Como cabeça não é só para usar chapéu e outros “penduricalhos”, com certeza os que pensam na assessoria política do prefeito Léo Abreu vão encontrar uma saída para o problema, porque “quem pode faz, quem não pode se sacode”

Dois bicudos não se beijam

Foi divulgado, através das emissoras locais, que o médico Carlos Antonio, ex-prefeito de Cajazeiras, estaria trocando de partido: sai do DEM para ingressar no PSB. Estranho, muito estranho, estranhíssimo. Por que Carlos estaria indo exatamente para o partido do prefeito Léo Abreu? Ora, ora, será que Ricardo Coutinho, dono da legenda na Paraíba, já estaria prevendo que Dr. Léo poderia cair nos braços do governador José Maranhão?

Dois bicudos não se beijam 2
Até porque não dar para entender e muito menos para compreender Carlos Antonio e Léo Abreu num mesmo palanque pedindo votos para Ricardo Coutinho, cuja candidatura para o governo do estado cada vez mais se consolida e com perspectiva de ser um forte concorrente do governador José Maranhão, candidato a reeleição.

Dois bicudos não se beijam 3
Teria Carlos Antonio recebido um sinal verde da direção do DEM, leia-se Efraim Morais e do PSDB, leia-se Cássio da Cunha Lima, para fazer esta “movimentação”? Os botões da camisa da Faisqueira conversando entre si chegaram à conclusão que esta atitude de Carlos tem um forte indicio de “provocação” e quem sabe, talvez, fazer raiva ao prefeito Léo ou também de “abrir os olhos” de Ricardo Coutinho? A conclusão mais plausível é que dois corpos não podem ocupar o mesmo espaço ou como diz o velho ditado popular: “dois bicudos não se beijam”.

Do Jornal Gazeta do Alto Piranhas

Tags:

Recomendado para você pelo google

PARA TUDO!

VÍDEO! Garis realizam greve e toneladas de lixo deixam de ser coletados na cidade de Patos

PROGRESSÃO DE PENA

VÍDEO: Presidente da OAB-PB diz que pedido do MP e recusa de Lula para semiaberto têm motivo político

RECÉM-INAUGURADO

VÍDEO: Após morte de homem, perita explica por que o IML de Cajazeiras não atendeu a ocorrência

AGRESSÃO AO MEIO AMBIENTE

VÍDEO: Após lutar contra fogo em serra, padre faz alerta sobre queimadas ‘criminosas’ em Cajazeiras