header top bar

section content

Relíquia com cérebro de São João Bosco é recuperada na Itália

O responsável pelo crime, um homem de 42 anos identificado apenas com as iniciais C.G., afirmou que só cometeu o furto porque estava convencido de que a relíquia de ouro era muito valiosa.

Por Luzia de Sousa

17/06/2017 às 06h26 • atualizado em 16/06/2017 às 14h31

Relíquia com cérebro de São João Bosco é recuperada

A urna contendo o cérebro do santo San Giovanni Bosco (em português, São João Bosco) roubada no último dia 2 de junho na Basílica de Dom Bosco foi recuperada nesta quinta-feira (16).

O responsável pelo crime, um homem de 42 anos identificado apenas com as iniciais C.G., afirmou que só cometeu o furto porque estava convencido de que a relíquia de ouro era muito valiosa. C.G. foi detido em sua residência em Pinerolo, na região de Piemonte, durante uma operação policial do comando de Asti, liderada pelo procuradora Laura Deodato.

“A descoberta é um alívio para os salesianos, para a Igreja de Turim e os muitos amigos de dom Bosco, que mostraram sua proximidade neste período”, disse o inspetor dos salesianos em Piemonte e Valle d’Aosta, Enrico Stati.

O sacerdote expressou “agradecimento e gratidão para o sistema judicial, a polícia e todos aqueles que contribuíram para a solução positiva do caso lamentável”. Segundo Stati, “o retorno da relíquia para o seu local original será para nós e para os fiéis outro sinal de bondade e bênção de Dom Bosco, em relação àqueles que continuam a manter vivo o seu espírito no mundo”.

A relíquia ficava atrás do “altar maior”, na parte inferior da basílica, construída no lugar onde nascera o fundador da congregação dos salesianos, na cidadezinha de Castelnuovo Don Bosco. “O revestimento de vidro em que está contido a relíquia está intacto. Nada foi tocado”, revela o reitor dos salesianos, dom Francesco Cereda.

“Estamos gratos à polícia, que conduziu uma rápida e eficiente operação. Mas acima de tudo somos gratos a Deus, porque o afeto que sentimos por dom Bosco também é representado pelo cuidado com que nós preservamos suas relíquias”, acrescentou Cereda.

Dom Bosco foi proclamado santo em 1934 e também é um dos padroeiros de Brasília por supostamente ter profetizado que a capital federal seria uma “terra prometida” cheia de riquezas. Com informações da ANSA.

Notícia ao Minuto

ENTREVISTA

EXCLUSIVO: Ricardo agradece eleitores, critica ‘brigas’ por cargos e diz qual será seu futuro político

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: Possível fusão de secretarias em Cajazeiras é repudiada por colunista: “Seria andar para trás”

EXIGIU SILÊNCIO

ASSISTA: Jornalista pede demissão ao vivo após ser censurado por Bolsonaro

VISITA TÉCNICA

Após reclamações, vereadores constatam muitos veículos quebrados na garagem da prefeitura de Cajazeiras