header top bar

section content

VÍDEO: Bispo emérito da Diocese de Cajazeiras enaltece virtudes do Monsenhor Gualberto em seu centenário

Em seu vídeo-testemunho, Dom José Gonzáles destacou a missão do Monsenhor Gualberto na Diocese de Cajazeiras em duas vertentes: evangelização e missão

Por José Dias Neto

19/10/2021 às 14h58

O bispo emérito da Diocese de Cajazeiras, Dom José Gonzáles Alonso homenageou o Monsenhor Luiz Gualberto de Andrade dentro da programação do centenário do sacerdote sertanejo e enalteceu a importância do padre para o desenvolvimento da educação no interior da Paraíba.

Em seu vídeo-testemunho, Dom José Gonzáles destacou a missão do Monsenhor Gualberto na Diocese de Cajazeiras.

VEJA MAIS: 

VÍDEO: Em missa solene, bispo e padres da Diocese de Cajazeiras homenageiam Monsenhor Gualberto

‘’Em 2001, ele já tinha 80 anos, estava aposentado, mas fui visita-lo várias vezes em sua casa, aonde estava com suas irmãs e eu o admirava. O admirava como pessoa humana com suas virtudes naturais e cristãs, o admirava como padre de comunhão com a Igreja, com a Diocese, ele esteve sempre obediente e a serviço da Diocese, na pessoa especial de Dom Zacarias (in memorian). Sempre ajudou com seus carismas e qualidades’’, disse.

Dom José Gonzáles Alonso. Foto: Arquivo

BISPO EMÉRITO

Nascido na Espanha, mas vivendo no Brasil desde 1965, dom González foi pároco nas cidades paraibanas de Paulista e São Bento, e em União, no Piauí. Na Arquidiocese de Teresina foi reitor do seminário maior, coordenador da Comissão Pastoral da Terra (CPT) e membro fundador da Sociedade Brasileira de Canonista (SBC) e da Sociedade de Teologia e Ciência da Religião (Soter).

Dom González foi sagrado bispo auxiliar da arquidiocese piauiense em 1995 com o lema episcopal “Fides et vida” (Fé e vida). Retornou para Cajazeiras em 2001 como bispo, onde permaneceu até completar 75 anos e apresentar sua renúncia. Na CNBB NE2, presidiu a Comissão Regional Pastoral para a Vida e a Família.

Exéquias de Monsenhor Gualberto de Andrade na Catedral de Cajazeiras. Foto: Arquivo

UM HOMEM SANTO

O Monsenhor Luiz Gualberto de Andrade foi um visionário da educação nos anos 60, 70 e 80 em Cajazeiras e região. Esteve à frente de três estabelecimentos de ensino ao mesmo tempo, o colégio Diocesano Padre Rolim, o colégio Nossa Senhora de Lourdes e a Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (FAFIC). Destacam-se ainda no seu currículo a direção do Liceu Paraibano, do Colégio Estadual de Pombal, da 9ª Gerência Regional de Educação, a reitoria do Seminário Nossa Senhora da Assunção, em Cajazeiras. Como vigário ele atuou nas cidades de Itaporanga, Patos, São José de Piranhas, São João do Rio do Peixe, Pombal, Santa Helena e Cajazeiras.

Como diretor do Colégio Nossa Senhora de Lourdes, fundou o curso técnico profissionalizante de laboratório; e como diretor da FAFIC, implantou o curso de Enfermagem.

DIÁRIO DO SERTÃO

HISTÓRIAS DO CANGAÇO

VÍDEO: Professor faz comentário sobre Corisco e fala da sua importância no bando de Lampião

SE EMOCIONOU

VÍDEO: Lula chora ao falar que morou em quartinho com 13 pessoas: “Vou voltar para mudar”

CONHEÇA

VÍDEO: Ótica A Graciosa em Cajazeiras destaca promoção para clientes renovarem exame de vista

OPINIÃO

VÍDEO: Pesquisador diz que salário mínimo deveria ser R$ 3 mil e que famílias não têm consumo consciente

Recomendado pelo Google: