header top bar

section content

VÍDEO: Após show em Sousa, Geraldinho Missão Resgate fala sobre projetos, Papa Francisco e política

O missionário Geraldinho Correia e sua esposa, Débora Araújo conduziram uma noite de louvor e adoração na paróquia São João Batista em Sousa, sertão da Paraíba, atraindo fiéis de diversas regiões

Por José Dias Neto

19/06/2022 às 15h48 • atualizado em 19/06/2022 às 20h44

O missionário Geraldinho Correia, fundador da Comunidade Católica Missão Resgate e do movimento Eu Sou Combatente, e sua esposa, Débora Araújo, conduziram uma noite de louvor e adoração na paróquia São João Batista em Sousa, sertão da Paraíba, na noite deste sábado (18), atraindo fiéis de diversas regiões da Paraíba e Rio Grande do Norte.

Dentro da programação dos 30 dias com o Sagrado Coração de Jesus, neste mês de junho, realizada pelo casal missionário de forma virtual, católicos puderam participar da celebração de forma presencial, em um momento que contou com orações, música e adoração ao Santíssimo Sacramento.

Após a apresentação, Geraldinho acolheu a reportagem da TV Diário do Sertão para um bate papo sobre a evangelização pós-pandemia e o posicionamento do cristão católico nos dias atuais, em que a conjuntura política preocupa os brasileiros. O missionário em suas redes sociais, soma mais de 1,5 milhão de vidas alcançadas, o que ele chama de ‘NAÇÃO COMBATENTE’.

Show de Geraldinho Correia, fundador da Comunidade Católica Missão Resgate em Sousa. Foto: Divulgação

Em relação as multidões, digital e presencial, Geraldinho diz que recebe o carinho do público com muita tranquilidade e naturalidade.

‘’Nosso trabalho é um trabalho de serviço. Somos servidores das pessoas. Colocamos nossos dons a serviço das pessoas. Porque não sou artista. Eu tenho um propósito, que é salvar vidas e levantar vencedores’’, disse o missionário, afirmando que as lives em suas redes sociais já são realizadas há mais de 821 dias.

Show de Geraldinho Correia, fundador da Comunidade Católica Missão Resgate em Sousa. Foto: Divulgação

A VIDA ‘NORMAL’

Geraldo Correia é cearense, casado com Débora e pai de Maria Clara e Mateus. Geraldinho, como carinhosamente é chamado, teve uma experiência profunda com o Amor de Deus aos 13 anos, quando recebeu o Batismo no Espírito Santo e a cura de um tumor em sua perna direita. Católico, formado em direito, Fundador da Comunidade Missão Resgate e do movimento Eu Sou Combatente, disse que leva a vida como toda e qualquer família.

‘’Eu sou casado e vivo em família. Como o dia a dia de uma família normal. Vivemos o dia a dia em família e em comunidade. Trabalhamos e nos divertimos. É uma vida normal, não é uma vida fora do mundo. Nosso dia a dia é dia a dia de casal, cuidar de menino, levar pra escola e por isso que os casais se identificam conosco’’, garantiu.

Geraldinho Correia, fundador da Comunidade Católica Missão Resgate. Foto: Diário do Sertão

O ENCONTRO COM FRANCISCO

Em meio deste ano de 2022, Geraldinho esteve com o Papa Francisco, no Vaticano e aproveitou o momento único para entregar em mãos seus livros autorais. Em março de 2021 teve o seu primeiro livro publicado: Eu Sou Combatente. Ainda na primeira semana ganhou o selo de Best Seller com dezenas de milhares de exemplares vendidos e no mesmo ano lançou o Livro Metanoia.

Geraldinho Correia, fundador da Comunidade Católica Missão Resgate com o Papa Francisco. Foto: Divulgação

Geraldinho disse que se surpreendeu com a disposição do líder católico e pelo acolhimento.

O CRISTÃO E A POLÍTICA

Em relação a política, Geraldinho disse a polarização é o grande problema. Segundo o missionário, o cristão deve buscar o respeito ao contraditório e ter consciência na hora de votar.

‘’É uma resposta pessoal. Não criar essa guerra. Tem famílias que estão divididas por conta da política. Muito importante a política, nossa participação e a democracia. Precisamos acabar com a inimizade, a gente precisa ter tranquilidade na hora da decisão e esse é o ano de fazer isso’’, afirmou.

LÍDERES RELIGIOSOS NA POLÍTICA

Geraldinho disse que não tem opinião formada sobre o envolvimento dos líderes religiosos na política, mas garantiu seguir os direcionamentos da igreja católica.

‘’Eu não tenho opinião formada sobre isso. A orientação da igreja é que os padres não sejam candidatos. O papa incentiva os leigos na política. Em relação aos pastores eu não sei porque não faz parte da minha doutrina. Sobre a igreja católica o papa incentiva os leigos’’, disse.

ACOMPANHE GERALDINHO NAS REDES SOCIAIS:

DIÁRIO DO SERTÃO

CASO EM INVESTIGAÇÃO

VÍDEO: Bandidos saqueiam caminhão de frios em Pombal e abandonam veículo; motorista está desaparecido

NA BASE DO GOVERNADOR

VÍDEO: Santiago diz que Republicanos é independente e ‘não arreda o pé’ da vaga de vice de João Azevêdo

AFINIDADE COM FÃS

VÍDEO: Público grita o nome de Lula durante show de Juliette em Caruaru e cantora incentiva

GOLAÇO

VÍDEO: Sousa vence São Paulo Crystal no Marizão e garante classificação antecipada na série D

Recomendado pelo Google: