header top bar

section content

Ex-travesti que virou pastor relata abuso sexual sofrido aos 6 anos por advogado

Para Joide, o indivíduo aprende a ser homossexual. “Todo o desvio sexual está na mente. Se eu curar minha mente, meu corpo não vai reclamar”

Por

27/09/2014 às 13h55

Edna e seu esposo Joide Miranda

O ex-travesti e atual pastor Joide Miranda durante passagem no Sertão do Estado contou seu testemunho e disse que conseguiu deixar de ser gay, somente pelo Poder de Deus. “Eu também achava que era algo impossível, mas, a oração da minha mãe, o poder da fé dela e o Espírito de Deus tocaram meu coração”, disse.

Joide disse ainda que a homossexualidade é um roubo de identidade. Ele contou que a maioria dos casos de garotos gays se inicia quando o indivíduo ainda é criança, através de abuso sexual. Ele relatou que sfreu abuso sexual aos seis anos de idade, por parte de um advogado.

“Tive minha identidade roubada aos seis anos de idade, mas, entendi que, através de Jesus, eu poderia ter minha identidade de volta”, disse. 

Para Joide, o indivíduo aprende a ser homossexual. “Todo o desvio sexual está na mente. Se eu curar minha mente, meu corpo não vai reclamar”. 

A esposa do pastor, Edna Miranda disse que se sente privilegiada em ser casada com um homem de Deus. “Um homem restaurado pelo Poder de Deus. O passado dele não importa. É possível sair da homossexualidade”, disse.

Veja Vídeo!

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
VÍDEO

Jovem jornalista estreia programa na TV e conta tudo sobre o Atlético de Cajazeiras no Paraibano 2019

PRATICIDADE NA FISCALIZAÇÃO

VÍDEO: TCE-PB inaugura espaço digital público para ideias tecnológicas de controle dos atos públicos

GRUPOS SE ENFRENTAM NA 1ª FASE

VÍDEO: Dirigentes do Sertão comentam sorteio do Paraibano 2019. Atlético enfrentará o ‘grupo da morte’

ASSISTA!

Imagens de câmeras de segurança mostram assalto a comerciante em frente a banco na cidade de Patos