header top bar

section content

No Dia Mundial da Diabetes, laboratório de Cajazeiras alerta para a importância do diagnóstico precoce

Entre 2006 e 2016, o número de brasileiros com diabetes aumentou 61,8%

Por Jocivan Pinheiro

14/11/2018 às 16h23 • atualizado em 14/11/2018 às 16h28

Hoje comemora-se o Dia Mundial da Diabetes, data escolhida para a conscientização da prevenção desta doença. O Laboratório de Análises Clínicas Dr. Ivan Cavalcanti, em Cajazeiras, alerta para a importância do diagnóstico precoce da doença.

A diabetes pode ser diagnosticada por medição dos níveis da glicemia de jejum, glicose pós-dextrose, glicemia pós-prandial, glicohemoglobina A1C, curva glicêmica, insulina basal e peptídeo C, e quanto antes detectada, menores são as consequências e mais eficaz é o tratamento.

Os sintomas mais comuns são:

– Visão turva
– Perda de peso repentina.
– Fome excessiva.
– Contração de Infecções com facilidade
– Formigamento
– Confusão
– Disfunção erétil
– Fadiga

Entre 2006 e 2016, o número de brasileiros com diabetes aumentou 61,8%. Isso significa que a doença passou de atingir 5,5% da população e agora atinge 8,9% das pessoas.

Entre as mulheres, o índice é de 9,9% e entre os homens, de 7,8%. Os dados são da pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) do Ministério da Saúde.

De acordo com o órgão, a tendência de crescimento da diabetes é observada em todo o mundo, influenciada por fatores como o envelhecimento da população, mudanças dos hábitos alimentares e prática de atividade física.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

EM CAJAZEIRAS

VÍDEO: Ciro diz que Ricardo ‘prejudicou-se na sucessão’, mas elogia Azevêdo: “Seria uma honra no PDT”

PREOCUPADO

VÍDEO: Na Semana dos Pobres, bispo de Cajazeiras diz que “pobreza se avoluma cada vez mais nas cidades”

A OBRA PAROU?

Ex-vereador denuncia que terminal rodoviário de Sousa está abandonado: “Prefeito Tyrone não está nem aí”

PROJETO DE LEI

VÍDEO: Comentarista diz que críticas ao leilão de imóveis da Prefeitura de Cajazeiras é ‘politicagem’