header top bar

section content

Mãe faz apelo por filha que sofre com câncer raro e precisa de ajuda financeira e tratamento médico

Além da menina, a mãe tem mais dois filhos, um menino de 2 anos e uma bebê de 5 meses de idade.

Por Diário do Sertão

06/06/2019 às 09h32 • atualizado em 06/06/2019 às 12h58

Menina sofre de câncer raro nos olhos que causa cegueira

A mãe de Maria Elayne, de apenas 11 anos, residente em Bonito de Santa Fé, faz um apelo pela sua filha que sofre com um câncer raro nos olhos, e atualmente está passando por uma situação muito difícil.

A criança está necessitando de ajuda financeira e de oftalmologistas e oncologistas para que adote a causa e faça o acompanhamento de Maria Elayne. A menina recebe um benefício, mas, o dinheiro não é suficiente para o sustento da família.

De acordo com a mãe da menina, que está desempregada, a família sobrevive com ajuda dos vizinhos e não possui móveis básicos, a exemplo de fogão, geladeira e cama. A criança usa tênis especial para deficiente visual, óculos e também possui despesas com sua medicação.

Maria Elayne necessita de ajuda financeira e médica

A menina foi diagnosticada aos 2 anos de vida com retinoblastoma, um tumor maligno que se desenvolve na retina e provoca deformação do globo ocular, provocando cegueira.

Além da menina, a mãe tem mais dois filhos, um menino de 2 anos e uma bebê de 5 meses de idade.

Faça a sua doação! Agência: 4406 Conta: 02311-6 Operação: 013, Favorecida: Lucilene Gonçalo da Silva (mãe). Dúvidas é só ligar para: (83) 9 9666-7984.

DIÁRIO DO SERTÃO com informações de Ângelo Lima e vídeo Fernando Xeque Mate

Recomendado para você pelo google

PROTESTO

VÍDEO: populares vão às ruas para protestar contra a reforma da Previdência na cidade de Patos

VEJA VÍDEO

Padre de Cajazeiras revela curiosidades sobre o santo casamenteiro: “Faz milagre a pessoa encalhada”

SAÚDE

Dieta milagrosa? Médico diz que a compulsão e afetividade pela comida são perigosas para o emagrecimento

VÍDEO

Mototaxista reclama de multa cobrada na Zona Azul da cidade de Cajazeiras; “Está errado”