header top bar

section content

VÍDEO: Caravana da Rede Cuidar examina crianças em Patos para identificar e tratar cardiopatias

A Caravana é realizada através de parceria entre o Governo do Estado, FIP, Maternidade Peregrino Filho, Hospital Infantil Noaldo Leite, Prefeitura de Patos e Hemonúcleo

Por Jocivan Pinheiro

16/07/2019 às 20h36 • atualizado em 16/07/2019 às 20h39

A cidade de Patos recebeu nesta segunda-feira (15) a sétima edição da Caravana da Rede Cuidar, que oferta uma série de exames para crianças, sobretudo os que identificam problemas cardíacos.

A Caravana é realizada através de uma parceria entre o Governo do Estado, as Faculdades Integradas de Patos (FIP), Maternidade Peregrino Filho, Hospital Infantil Noaldo Leite, Prefeitura de Patos e Hemonúcleo.

Na manhã desta segunda, a ação teve início na sede das FIP, no bairro Belo Horizonte, com a oferta de consultas cardiológicas; de enfermagem e pediátrica obstétrica; atendimentos em fisioterapia; psicologia; nutrição; fonoaudiologia e saúde bucal, além dos exames de US obstétrica; de laboratório; eletrocardiograma e ecocardiograma.

VEJA TAMBÉM: Em Sousa, Rede Cuidar realiza atendimento médico para crianças e capacita profissionais de saúde

Caravana da Rede Cuidar oferta exames para identificar cardiopatias em crianças (Fotos: Coordecom – HB)

A Caravana percorre vários municípios do estado fazendo busca ativa de crianças cardiopatas e também promovendo qualificação profissional.

O projeto é financiado pelo Governo do Estado, mas tem parceria com os municípios e escolas formadoras de profissionais da saúde.

Redação DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

ASSISTA À ENTREVISTA

EXCLUSIVO: Em Cajazeiras, Ciro Gomes fala sobre Lula, PT, Bolsonaro, Ricardo, João Azevêdo e eleições

VÍDEO

Empresário revela convite das oposições de Cajazeiras para disputar a prefeitura e derrotar Zé Aldemir

EVENTO CATÓLICO

VÍDEO: I Adora Cristo é sucesso em Cajazeiras, e coordenador da Missão Éfeso acredita em crescimento

SAÚDE BUCAL

VÍDEO: ortodontista sousense revela se é possível rejeição em casos de implantes dentários