header top bar

section content

VÍDEO: IMJOB completa 6 anos na Faculdade Santa Maria e oferece atendimentos a mulheres ciganas de Sousa

O Instituto Maria José Batista Lacerda (IMJOB) foi fundado com o objetivo de agregar saberes populares à academia e também prestar serviços sociais

Por Jocivan Pinheiro

22/10/2019 às 14h54

O Instituto Maria José Batista Lacerda (IMJOB), da Faculdade Santa Maria, comemorou seu aniversário de seis anos oferecendo para a comunidade cigana da cidade de Sousa vários serviços de saúde na Clínica Escola da instituição.

O instituto foi fundado com o objetivo de agregar saberes populares à academia e também prestar serviços sociais. Ele leva o nome da mãe da professora Sheila Lacerda, que é diretora da Faculdade Santa Maria.

“A população cigana é uma população com a qual a faculdade já caminha há mais de três anos, e o Outubro Rosa é muito oportuno para que nós possamos possibilitar para que as mulheres ciganas tenham um atendimento relacionado à prevenção do câncer do colo do útero e também do câncer de mama”, ressalta a professora Lindalva Cruz.

VEJA TAMBÉM

Abertas inscrições para a 6ª edição da Corrida Rosa da Faculdade Santa Maria; confira os detalhes

Cajazeirense relata sua luta contra o câncer de mama e deixa mensagem de otimismo para mulheres

Ciganos apresentaram um pouco da sua cultura na sede do IMJPB

VEJA TAMBÉM

Cajazeiras abre campanha Outubro Rosa, e Dra. Paula destaca a importância do mamógrafo no CDI

Faculdade Santa Maria oferta ações de saúde e estética em alusão à campanha Outubro Rosa

A comunidade cigana de Sousa consiste de três assentamentos (conhecidos como ranchos) ao longo da rodovia BR-230. Formada por ciganos da etnia caló, a comunidade surgiu da sedentarização de grupos até então nômades ou seminômades em meados do ano de 1982.

Ciganos receberam atendimentos na sede do IMJOB, na Faculdade Santa Maria

Considerada a maior do Brasil, a comunidade cigana de Sousa soma aproximadamente 600 pessoas divididas em ao menos três núcleos populacionais distintos. Dois deles, conhecidos como Rancho de Cima e Rancho de Baixo, situam-se a cerca de três quilômetros do Centro da cidade, enquanto que um terceiro, de constituição mais recente, encontra-se a aproximadamente um quilômetro destes.

Redação DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

VÍDEO

Presidente da Rede confirma nome para disputar prefeitura de Marizópolis: “é nossa prioridade”

VÍDEO

Efraim Filho revela motivos que poderão levar deputado ligado a Sousa sair do DEM; “Terá que sair”

MORTO A TIROS

VÍDEO: Delegado revela detalhes do crime que resultou na morte de jovem no Sertão da Paraíba

VISITA DO PRESIDENTE

VÍDEO: Prefeito de Campina Grande solicita a Bolsonaro duplicação da BR-230 de Campina ao sertão da PB