header top bar

section content

VÍDEO: Médico alerta secretários de saúde para os índices de casos de AIDS na região de Cajazeiras

Bastante preocupado, médico afirma que a campanha Dezembro Vermelho já deveria existir há mais tempo, pois os índices estão aumentando e 'isso é preocupante'

Por Tanammy Freire

10/12/2019 às 18h30 • atualizado em 10/12/2019 às 18h33

O Dezembro Vermelho é uma campanha mundial que tem o objetivo de conscientizar a população sobre uma das doenças que mais matam no mundo. O principal intuito da campanha é informar sobre sintomas, perigos e formas de contágio e prevenção da AIDS, além de combater o olhar preconceituoso sobre os portadores da doença.

Em 1987, a ONU criou esta campanha e, em 1991, a fitinha vermelha surgiu com artistas de Nova York para lembrar a luta contra a AIDS e transmitir compreensão, solidariedade e apoio aos portadores do vírus HIV.

No Brasil, o projeto foi adotado em 1988 pelo Ministério da Saúde. Mas a luta global contra a AIDS ainda está sendo dificultada pelo investimento menor dos governos, falta de serviços de saúde vitais em comunidades marginalizadas e aumento de novas infecções de HIV em algumas partes do mundo, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU).

No Brasil, os dados revelam que o combate à AIDS segue a mesma tendência. O País registrou, entre 2010 e 2018, um aumento de 23% no número de novas infecções por HIV. Em números absolutos, o Brasil registrou 44 mil novos casos em 2010. Em 2018, esse número foi de 53 mil.

O médico Oscar Sobral é um dos especialistas em HIV no Sertão paraibano. Ele comemora o surgimento, ainda que atrasado, da campanha Dezembro Vermelho, já que os índices da doença crescem há bastante tempo.

“A campanha já deveria ter aparecido há mais tempo, pois os índices estão aumentando e isso é preocupante. Principalmente nesse período de festividades de fim de ano seria uma boa ideia uma campanha massiva para que pudéssemos evitar a aparição de novos casos”, disse o médico.

VEJA TAMBÉM

PB tem redução de 21,5% em novos casos de Aids, segundo dados do Boletim Epidemiológico da SES

ONU criou a campanha em 1987, e em 1991 a fitinha vermelha surgiu como marca

Na região de Cajazeiras

Doutor Oscar demonstra grande preocupação com os casos de AIDS na região de Cajazeiras e o aumento dos índices entre jovens. Ele pede também a colaboração dos secretários de saúde regionais para a conscientização e combate ao HIV.

“Cada novo caso que aparece é uma preocupação a mais, pois se trata de mais uma pessoa que ficará dependente do uso de medicamentos. Mas a preocupação maior em torno de Cajazeiras é o grande turismo que tem por causa das festas e faculdades, e como nós sabemos que os índices estão maiores nos jovens e adolescentes, precisamos de um alerta que possa conscientizar o jovem a usar preservativo e assim obteremos bons resultados”, ressaltou.

“Precisamos de uma campanha maior, e peço a colaboração dos secretários regionais de saúde para que tomem conhecimento de como anda o seu município, como está sendo disponibilizada a medicação e que acesso os pacientes estão tendo aos exames complementares”, conclui o médico.

Terá cura?

Doutor Oscar ressalta que hoje em dia a ciência tem ajudado bastante a melhorar a qualidade de vida dos portadores do HIV, e ele acredita que a descoberta da cura definitiva da AIDS está próxima.

“Pode ter certeza que logo irá aparecer a cura, assim como apareceu a de outras doenças. Hoje em dia já melhorou muito a qualidade de vida desses pacientes, então espero que muito em breve a indústria farmacêutica nos dê essa boa notícia de que existe um tratamento que possa ser disponibilizado a todos os portadores do vírus”, afirmou.

O médico deixa uma mensagem de apoio e otimismo aos portadores de HIV: “É necessário ter paciência, evitar os excessos, principalmente as bebidas alcoólicas, tomar o coquetel corretamente e fazer os exames periodicamente. Com acompanhamento terão uma probabilidade de vida longa e durante esse tempo poderá aparecer a cura, é importante fazer a sua parte”, disse Dr. Oscar.

Redação DIÁRIO DO SERTÃO 

Recomendado para você pelo google

QUE VENHA MAIS

VÍDEO: em poucos minutos, chuva forte alaga cidade na região de Cajazeiras: “Virou mar”, diz internauta

DETALHES

VÍDEO: Tenente do Corpo do Bombeiros conta como aconteceu a morte de irmãos em açude no Vale do Piancó

RESGATE HISTÓRICO

VÍDEO: Memorialista que conviveu com Luiz Gonzaga diz que havia incompatibilidade ente ele e Gonzaguinha

'CIDADE EDUCADORA'

VÍDEO: Na Câmara, professores aplaudem prefeito de Monte Horebe por aumento salarial acima do piso