header top bar

section content

VÍDEO: Luta da enfermagem por piso salarial e jornada semanal de 30 horas é destaque no Censura Livre

Os debatedotes trouxeram dados obtidos no Conselho Federal de Enfermagem - COFEN, sobre o quantitativo de profissionais existentes no País e também acerca das sofríveis condições de trabalho a que estão submetidos atualmente

Por José Dias Neto

18/05/2021 às 16h56

O programa “Censura Livre” desta segunda-feira (17) trouxe à discussão o tema: “Enfermagem: a luta pelo piso salarial e pela jornada de 30 horas”, através do Projeto de Lei n. 2564/2020, o qual se encontra no Senado, para votação.

De forma presencial, participaram do debate o jornalista e enfermeiro, Aristênio Marques, e os advogados, Catharine Rolim e Claudenilo Pereira. O advogado e secretário de administração de São José de Piranhas, Tiago Sobral, participou virtualmente do programa.

VEJA MAIS: 

VÍDEO: Debatedores discutem alargamento de estradas e citam São José de Piranhas como exemplo na região

Dentre diversos pontos, a valorização da classe profissional de enfermeiros, técnicos em enfermagem, auxiliares de enfermagem e parteiras foi considerada determinante para a melhoria das condições de trabalho da categoria.

Os debatedotes trouxeram dados obtidos no Conselho Federal de Enfermagem – COFEN, sobre o quantitativo de profissionais existentes no País e também acerca das sofríveis condições de trabalho a que estão submetidos atualmente.

Programa Censura Livre. Foto: Diário do Sertão

“De acordo com o COFEN, hoje são mais de 2,4 milhões de enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem enfrentando árduas rotinas de trabalho na maior crise sanitária dos últimos anos e convivendo com outro desafio: as desigualdades salariais.

Em alguns Estados do País, o salário médio de enfermeiros pode ser inferior a dois salários mínimos. As disparidades e valores incompatíveis com a responsabilidade e com a formação do profissional são observadas em todas as regiões de Brasil, e, na visão do COFEN, a única forma de corrigir a situação é criar esse piso por horas trabalhadas”, pontuou a advogada Catharine Rolim.

O programa “Censura Livre” vai ao ar, ao vivo, todas as segundas-feiras, das 20 às 21h, pela TV Diário do Sertão e tem trazido à discussão temas de interesse de toda a sociedade brasileira.

DIÁRIO DO SERTÃO

OPINIÃO

VÍDEO: Sociólogo e militante político fazem debate acirrado e classificam os “farsantes da pandemia”

TROPEÇA MAS NÃO CAI

VÍDEO: Homem é atropelado, jogado por cima do capô e ainda consegue manter-se de pé, em Cajazeiras

OUTRA REALIDADE

VÍDEO: Após apelo na TV Diário do Sertão, ambulante quita dívidas e reata relacionamento com companheira

NÃO VACINADOS

VÍDEO: Médico de Cajazeiras atribui aos mais jovens as aglomerações em bancos e baladas clandestinas

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!