header top bar

section content

Divulgar Fake News para causar pânico e alarme pode dar cadeia, afirma Ministério Público

Se a informação não foi publicada em portal de fonte confiável, se começa de modo alarmista ou se pede para ser compartilhada, desconfie!

Por Campelo Sousa

25/03/2020 às 09h31

Fake News é crime e pode dar cadeia, alerta o MPPB

O Ministério Público da Paraíba alerta aos cidadãos que espalhar fake news que causem alarme social é infração penal e pode resultar em até seis meses de prisão. A orientação do MPPB é que cada cidadão exerça sua parcela de contribuição para enfrentar a epidemia de notícias falsas, que pode agravar a situação da emergência em saúde pública, provocada pelo novo coronavírus. “Antes de repassar qualquer informação via WhatsApp ou outro meio, tenha certeza que não está colaborando para um mal maior”, alertou o promotor de Justiça, Lúcio Mendes Cavalcante.

VEJA TAMBÉM!

Saiba tudo sobre a pandemia do novo Coronavírus na página especial do Diário do Sertão

Homem é ouvido pela Polícia Civil e por causar pânico e espalhar fake news na Paraíba

O artigo 41 da Lei 3688/41 prevê prisão de 15 dias a seis meses ou multa para quem provocar alarme, anunciando desastre ou perigo inexistente, ou praticar qualquer ato capaz de produzir pânico ou tumulto. Antes de divulgar qualquer notícia, os cidadãos devem checarem se o material que estão repassando veio de uma fonte oficial e de veículos de jornalismo com credibilidade.

Se a informação não foi publicada em portal de fonte confiável, se começa de modo alarmista ou se pede para ser compartilhada, desconfie! Isso pode custar a vida de alguém. Antes de clicar ou compartilhar textos, áudios e vídeos, confira se a informação é verdadeira ou falsa. Na dúvida, não passe adiante.

PORTAL DIÁRIO com MPPB

AGUARDANDO EXAME

VÍDEO: Idosa de 70 anos morre em Sousa com suspeita de Covid-19, e secretário pede tranquilidade

SURPREENDEU MORADORES

VÍDEO: Engenheiro do DNOCS explica por que comportas do açude Engenheiro Avidos foram abertas

REFORÇO

VÍDEO: HRC receberá mais de 50 profissionais de saúde da 1ª Chamada Pública para combater o coronavírus

NOVAS MEDIDAS

VÍDEO: Prefeito de Sousa autoriza reabertura do Mercado Central, salões de beleza e academias

Recomendado pelo Google:
Conteúdo Protegido!