header top bar

section content

Carnaval pode ser de chuvas do litoral ao Sertão da Paraíba, prevê meteorologista

Segundo meteorologista, as chuvas devem ocorrer de maneiras localizadas. Ventos do oceano estão afastando nuvens da região central da Paraíba.

Por Luzia de Sousa

24/02/2017 às 16h08

Cidades poderão ter chuva durante o Carnaval 2017 (Foto: Diário do Sertão)

As festividades carnavalescas entre esta sexta-feira (24) e a quarta-feira (1º) de cinzas podem ser de chuva em cidades do Litoral, Sertão e Alto Sertão da Paraíba. A previsão foi divulgada pela Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (Aesa), nessa quinta-feira (23).

+ Carrapateira, São José de Piranhas e Coremas são mostradas em rede nacional que retrata devastação da seca no Sertão. VÍDEO!

Segundo a meteorologista da Aesa, Marle Bandeira, ainda não é possível dizer em quais cidades e quais dias as chuvas devem ocorrer, mas ela destacou que as chuvas devem ser localizadas.

“Existe a possibilidade de chuvas localizadas no Sertão, Alto Sertão e Litoral. A previsão de chuvas em cidades só tem precisão maior com 48 ou 24 horas de antecedência”, diz.

Sobre as condições que podem favorecer chuvas, a meteorologista explicou que “existe uma configuração de ventos em médio e alto níveis do oceano Atlântico que tem provocado a ausência de nuvens na maior parte do estado, provocando uma parada nas chuvas. Mas, a combinação da umidade alta com a alta temperatura pode contribuir para o aumento das nuvens em alguns pontos localizados, causando essas chuvas”, disse Marle Bandeira.

DIÁRIO DO SERTÃO com Assessoria

Recomendado para você pelo google

ESPECIAL DE PÁSCOA

VÍDEO: TVDS exibe programa ‘Mensagem de Fé com Frei João Batista’ em especial de Semana Santa

FÉ E DEVOÇÃO

Sexta-feira Santa em Cajazeiras é marcada por várias celebrações religiosas e grande número de fiéis

SAÚDE

VÍDEO: Xeque Mate fala sobre a obesidade e médica endocrinologista tira dúvidas sobre a doença; Veja!

SEMANA SANTA PARA OS EVANGÉLICOS

VÍDEO: Pastor fala sobre significado da Páscoa para os protestantes: “É o sacrifício e a libertação”