header top bar

section content

Alívio: Relatório mostra grande diminuição no índice de mosquitos da Dengue em Cajazeiras. Confira aqui!

A prefeita afirmou que seu compromisso com a saúde é prioridade e disse que vai continuar incentivando os agentes e coordenadores para realização do controle

Por

01/08/2014 às 15h34

Cajazeiras vence batalha contra dengue

A Secretaria de Saúde de Cajazeiras, através da Coordenação da Vigilância Ambiental está divulgando esta semana os resultados dos novos Levantamentos de Índice Rápido (LIRAa) que significa o índice de infestação predial (IIP) de Aedes Aegypti (mosquitos da dengue), na cidade.

Segundo informações do coordenador Jucélio Lins de Abreu, existe uma exigência para que sejam realizados quatro levantamentos por ano. O primeiro LIRAa foi em Janeiro e detectou um total de 11,2% com relação a infestação de mosquitos da dengue. Já o segundo, realizado entre os dias 24 a 28 de março deste ano, constatou um índice de mosquito da dengue de 10,3%. O LIRAa de Julho revelou a redução dos índices de mosquitos, somente 4,3%.

Para o secretário de Saúde, Henry Witchal, a diminuição mostra que as ações do controle do Aedes Aegypti na cidade de Cajazeiras, estão sendo executadas de maneira positiva pelos agentes de combate as endemias e pelos os coordenadores.

A prefeita Denise Albuquerque afirmou que seu compromisso com a saúde pública é prioridade e disse que vai continuar incentivando os agentes e coordenadores para realização do controle da dengue. “Esperamos contar com o apoio da comunidade para eliminarmos a dengue de nossa cidade”, disse.

Secom

Tags:

Recomendado para você pelo google

ELITISMO?

VÍDEO: Escolas federais têm segurança, mas as outras são ‘destratadas’, afirma diretor em Cajazeiras

FUTEBOL

VÍDEO: Diário Esportivo fala sobre o Festival de Prêmios do Atlético e do clássico contra o Sousa

MASSACRE DE SUZANO

VÍDEO: Psicóloga fala sobre jogos eletrônicos e ausência da família influenciando tragédias com jovens

O CAMINHO

VÍDEO: Em Pombal, Frei Gilson declara que a Igreja Católica precisa pregar um catolicismo praticante