header top bar

section content

Região de Sousa: Principal força política da oposição adere a reeleição de Ricardo Coutinho

Ele destacou a pavimentação da estrada que liga Coremas, a adutora que garantiu água para a população e a reforma da escola como ações estruturantes no município.

Por

23/07/2014 às 14h00

Ricardo consegue apoio da oposição

O candidato à reeleição, o governador Ricardo Coutinho (PSB), recebeu apoios importantes das forças de oposição em São José de Lagoa Tapada. O 2º mais votado nas eleições para prefeito em 2012, Celinho Mendes (PMDB), e três vereadores do município aderiram ao candidato ao governo da coligação A Força do Trabalho.    

Celinho Mendes, que foi vereador por três mandatos, obteve 2.133 mil votos na última eleição para prefeito. Na manhã desta terça-feira (22), Celinho foi recebido pelo governador Ricardo Coutinho, pelo deputado estadual Lindolfo Pires e pelo vereador de Sousa, Cacá Gadelha que respaldaram a liderança exercida pelo peemedebista no município.

De acordo com Celinho Mendes, a decisão do seu grupo político que inclui os vereadores Romero Sá (PSDB), Raimundo Filho (PMDB) e Jajan Juí (PSDB) é de apoiar Ricardo Coutinho pelo trabalho realizado no município. Ele destacou a pavimentação da estrada que liga o município a Coremas, a adutora que garantiu água para a população e a reforma da escola como ações estruturantes no município.

"Essa é uma gestão que priorizou o interesse do povo, do pobre, do homem trabalhador do campo e da cidade. Realidade bem diferente de outros que defendem primeiramente os seus interesses e da elite", completou Celinho.

Assessoria

Tags:

Recomendado para você pelo google

ELITISMO?

VÍDEO: Escolas federais têm segurança, mas as outras são ‘destratadas’, afirma diretor em Cajazeiras

FUTEBOL

VÍDEO: Diário Esportivo fala sobre o Festival de Prêmios do Atlético e do clássico contra o Sousa

MASSACRE DE SUZANO

VÍDEO: Psicóloga fala sobre jogos eletrônicos e ausência da família influenciando tragédias com jovens

O CAMINHO

VÍDEO: Em Pombal, Frei Gilson declara que a Igreja Católica precisa pregar um catolicismo praticante