header top bar

section content

Hugo Motta cobra instalação de antena de celular na zona rural de Patos

O parlamentar disse ainda que já fez a solicitação para algumas operadoras e até o momento não obteve nenhum resultado positivo.

Por

24/03/2014 às 15h24

Hugo cobra instalação de antena de celular

O deputado federal Hugo Motta (PMDB-PB) esteve reunido com o presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), João Rezende, e cobrou a instalação de uma antena de telefonia móvel no distrito de Santa Gertrudes, em Patos.

Hugo Motta informou que, por um tempo, havia um sinal da operadora Claro, mas ninguém sabe explicar o porquê de não mais operar naquela localidade. O parlamentar disse ainda que já fez a solicitação para algumas operadoras e até o momento não obteve nenhum resultado positivo.

Como presidente da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle (CFFC), Hugo Motta aproveitou a oportunidade o convidou João Rezende para debater, no âmbito da Comissão, sobre os serviços prestados pelas empresas de telefonia móvel.

De acordo com o parlamentar, mesmo após várias audiências públicas que discutiram a temática, a população continua cobrando alguma solução, pois as reclamações com a falta de sinal, internet lenta, chamadas interrompidas e as altas tarifas continuam recorrentes.

 João Rezende afirmou que está sempre à disposição da CFFC e aberto às discussões, pois entende que o debate é muito importante para prestar esclarecimentos à sociedade brasileira, que como consumidora tem o direito de exigir a qualidade nos serviços prestados.

Secom

Tags:
DÍVIDAS ALTAS

EXCLUSIVO: Juiz se pronuncia sobre processo trabalhista que pode tirar Atlético do Campeonato Paraibano

FUTEBOL

VÍDEO: Diário Esportivo traz resumo da 2ª rodada do Paraibano e detalhes da nova contratação do Atlético

COM CHICO CARDOSO

VÍDEO: ‘Briga’ entre Zé Aldemir e Airton, e Tyrone com os Gadelhas são os destaques do Direto ao Ponto

PROGRAMA XEQUE-MATE

VÍDEO: Advogadas tiram dúvidas sobre Previdência Social e criticam atendimento no INSS de Cajazeiras