header top bar

section content

Fotógrafa que esteve ao lado de Collor, Frei Damião e Pe. Manzotti fala da sua trajetória

Socorro Abrantes é filha de pais paraibanos; relata com muita emoção ter perdido sua genitora no parto que lhe trouxe a vida

Por

09/01/2015 às 20h41

O Interview da TV Diário do Sertão dessa quinta-feira (08), dia do profissional Fotógrafo, conheceu a história de Maria do Socorro Abrantes (Socorro Fotógrafa); ela que é cearense, vivendo boa parte do tempo na cidade de Tabuleiro do Norte, Ceará; Conheceu o mundo fotográfico na cidade de Juazeiro do Norte, no Ceará, onde se profissionalizou; exercendo suas habilidades nas cidades de Milagres, Ceará, e depois na cidade de Cajazeiras, onde mora atualmente. 
 
Família
Socorro Abrantes é filha de pais paraibanos; relata com muita emoção ter perdido sua genitora no parto que lhe trouxe a vida, tendo sido criada por uma tia paterna, tios os quais refere por pais e a quem deve profunda gratidão. Conta que seu outros três irmãos foram criados em Fortaleza com seus avós paternos, mas que ainda hoje a ligação entre eles é forte e permanente. Gratidão também expõe por seus primos Airton e Bosco, ambos os fotógrafos, porém ao primeiro deve a oportunidade de ter aprendido sobre a arte de fotografar; com Airton visitou várias cidades, onde faziam imagens dos alunos para recordação escolar. Conta que teve duas filhas e que as criou sozinha com a ajuda da fotografia, "uma este ano termina pedagogia."

A Fotografia
A profissional confessa sua paixão pelo que faz, "sinto dores por todo o corpo, mas quando pego na câmera tudo passa, me realizo, faço o que gosto, fotografar é tudo em minha vida". Revela também o gosto por registros jornalísticos e de eventos políticos e faz seus agradecimentos aos amigos que lhe oportunizaram as boas experiências nessa área.

?

Socorro cita nomes de personalidades que a fotografia lhe proporcionou contato, como Collor de Mello (ex-presidente), Padre Reginaldo Manzotti, Tasso Jereissati (ex-governador e ex-senador do Ceará), Frei Damião, etc. A mesma se dia emocionada por representar a sua classe profissional homenageando-os neste dia a partir desta entrevista. Fala também sobre os eventos que cobriu como os '50 anos da Difusora', 'o Siga bem caminhoneiro', entre outros. Lamenta a atual situação desses profissionais, "falta incentivo, apoio e oportunidades". 

Veja vídeo!

DIÁRIO DO SERTÃO

Tags:
YOUTUBER DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Léo Abreu revela em quais profissões podemos encontrar psicopatas

ESPERANÇA NA POLÍTICA!

VÍDEO: Pastor evangélico fala sobre Bolsonaro: “Ele incorporou o que a sociedade acredita: a família”

ASSISTA!

Arquitetura, urbanismo e direitos humanos marcaram último episódio da temporada do Coisas de Cajazeiras

VÍDEO

Comemorando o dia dos Direitos Humanos, professor fala sobre os avanços da data no Diversidade em Foco