header top bar

section content

MÁ: Cadelinha que não perde uma missa no Sertão tem corpo queimado com água quente

Um caso de maus tratos a animais repercutiu esta semana no Sertão do estado.

Por

29/12/2015 às 16h15

A cadela gostava de ficar na Igreja e é conhecida nacionalmente

Um caso de maus tratos a animais repercutiu esta semana no Sertão do estado. Uma cadela de nome Alaíde teve seu corpo queimado com água quente na cidade de Monte Horebe.

Segundo informações de moradores, a cachorrinha não perde uma missa na Paróquia São Francisco de Assis, mas para a tristeza dos fieis que já são acostumados com a presença de Alaíde no altar, o animal chegou a Igreja nesse domingo (27), bastante agitada e latindo sem parar devido as queimaduras.

A dor do animal e o corre corre na Igreja levou várias pessoas às lágrimas durante a missa, pois a cadela já era conhecida e amada por todos.

A motivação para o ato de brutalidade é desconhecido e a pessoa que praticou também não foi revelada, mas o fato revoltou a população de Monte Horebe.

DIÁRIO DO SERTÃO
Com foto de Yago e Oliveira Martins

Tags:
PARA A ETERNIDADE

VÍDEO: Programação de 70 anos do Atlético começa com exposição histórica que promete encantar Cajazeiras

ALFINETOU

VÍDEO: Aliado do prefeito destaca asfaltamento de ruas de Cajazeiras e alfineta grupo de Carlos Antonio

REVELAÇÃO

VÍDEO: Emocionado, radialista fala de dificuldades na infância e revela que ‘amigo’ lhe ofereceu drogas

VEJA

VÍDEO: Gilvan de Andrade fala de experiência no Rádio em Cajazeiras e João Pessoa