header top bar

section content

MÁ: Cadelinha que não perde uma missa no Sertão tem corpo queimado com água quente

Um caso de maus tratos a animais repercutiu esta semana no Sertão do estado.

Por

29/12/2015 às 16h15

A cadela gostava de ficar na Igreja e é conhecida nacionalmente

Um caso de maus tratos a animais repercutiu esta semana no Sertão do estado. Uma cadela de nome Alaíde teve seu corpo queimado com água quente na cidade de Monte Horebe.

Segundo informações de moradores, a cachorrinha não perde uma missa na Paróquia São Francisco de Assis, mas para a tristeza dos fieis que já são acostumados com a presença de Alaíde no altar, o animal chegou a Igreja nesse domingo (27), bastante agitada e latindo sem parar devido as queimaduras.

A dor do animal e o corre corre na Igreja levou várias pessoas às lágrimas durante a missa, pois a cadela já era conhecida e amada por todos.

A motivação para o ato de brutalidade é desconhecido e a pessoa que praticou também não foi revelada, mas o fato revoltou a população de Monte Horebe.

DIÁRIO DO SERTÃO
Com foto de Yago e Oliveira Martins

A FAVOR DA REFORMA

Empresário diz que Justiça do Trabalho só penalizava os patrões e chama a CLT de ‘excrescência jurídica’

DA REGIÃO DE CAJAZEIRAS

VÍDEO: Do assassinato do pai ao sucesso na política, prefeito conta trajetória de superação no Interview

'AULÃO SOLIDÁRIO'

VÍDEO: Ordem DeMolay de Cajazeiras promove aulão gratuito preparatório para o ENEM; veja como participar

ENTRETENIMENTO

Maria Calado na TV com os integrantes do espetáculo “Trinca mas não quebra” e o cantor Lucas Soares