header top bar

section content

MÁ: Cadelinha que não perde uma missa no Sertão tem corpo queimado com água quente

Um caso de maus tratos a animais repercutiu esta semana no Sertão do estado.

Por

29/12/2015 às 16h15

A cadela gostava de ficar na Igreja e é conhecida nacionalmente

Um caso de maus tratos a animais repercutiu esta semana no Sertão do estado. Uma cadela de nome Alaíde teve seu corpo queimado com água quente na cidade de Monte Horebe.

Segundo informações de moradores, a cachorrinha não perde uma missa na Paróquia São Francisco de Assis, mas para a tristeza dos fieis que já são acostumados com a presença de Alaíde no altar, o animal chegou a Igreja nesse domingo (27), bastante agitada e latindo sem parar devido as queimaduras.

A dor do animal e o corre corre na Igreja levou várias pessoas às lágrimas durante a missa, pois a cadela já era conhecida e amada por todos.

A motivação para o ato de brutalidade é desconhecido e a pessoa que praticou também não foi revelada, mas o fato revoltou a população de Monte Horebe.

DIÁRIO DO SERTÃO
Com foto de Yago e Oliveira Martins

Tags:

VÍDEO: Ambientalista critica prefeito de Pombal por não resolver problema do lixão na entrada da cidade

CONHEÇA SEUS DIREITOS

VÍDEO: Advogados de Cajazeiras criticam INSS e orientam sobre o que fazer quando um benefício é cortado

FARIA 97 ANOS NESTE MÊS

VÍDEO: Historiador explica por que Padre Gualberto foi o ‘Padre Rolim do século XX’ em Cajazeiras

QUARTO EPISÓDIO

Em homenagem ao Dia das Crianças, programa Coisas de Cajazeiras entrevistou uma turma esperta e antenada