header top bar

section content

MÁ: Cadelinha que não perde uma missa no Sertão tem corpo queimado com água quente

Um caso de maus tratos a animais repercutiu esta semana no Sertão do estado.

Por

29/12/2015 às 16h15

A cadela gostava de ficar na Igreja e é conhecida nacionalmente

Um caso de maus tratos a animais repercutiu esta semana no Sertão do estado. Uma cadela de nome Alaíde teve seu corpo queimado com água quente na cidade de Monte Horebe.

Segundo informações de moradores, a cachorrinha não perde uma missa na Paróquia São Francisco de Assis, mas para a tristeza dos fieis que já são acostumados com a presença de Alaíde no altar, o animal chegou a Igreja nesse domingo (27), bastante agitada e latindo sem parar devido as queimaduras.

A dor do animal e o corre corre na Igreja levou várias pessoas às lágrimas durante a missa, pois a cadela já era conhecida e amada por todos.

A motivação para o ato de brutalidade é desconhecido e a pessoa que praticou também não foi revelada, mas o fato revoltou a população de Monte Horebe.

DIÁRIO DO SERTÃO
Com foto de Yago e Oliveira Martins

Tags:

Recomendado para você pelo google

VÍDEO

APOIO: Chico Mendes responde a deputada sobre pré-candidatura e admite forte opositora em seu palanque

EM CAJAZEIRAS

VÍDEO: Ciro diz que Ricardo ‘prejudicou-se na sucessão’, mas elogia Azevêdo: “Seria uma honra no PDT”

PREOCUPADO

VÍDEO: Na Semana dos Pobres, bispo de Cajazeiras diz que “pobreza se avoluma cada vez mais nas cidades”

A OBRA PAROU?

Ex-vereador denuncia que terminal rodoviário de Sousa está abandonado: “Prefeito Tyrone não está nem aí”