header top bar

section content

Francisco Cartaxo

Francisco Sales Cartaxo Rolim foi secretário de planejamento do governo de Ivan Bichara, secretário-adjunto da fazenda de Pernambuco – governo de Miguel Arraes. É escritor, filiado à UBE/PE e membro-fundador da Academia Cajazeirense de Artes e Letras – ACAL. Autor de, entre outros livros, Guerra ao fanatismo: a diocese de Cajazeiras no cerco ao padre Cícero.

Email: cartaxorolim@gmail.com

OPINIÃO | 29/03/2015 16:27

Procissão da chuva

Vi as imagens na televisão e fotos nos jornais. Em pleno século vinte e um, na maior cidade do Brasil lá estava uma ruma de gente piedosa a cantar e rezar, pedindo chuva a Deus. Por coincidência, chovia na hora da procissão e os participantes iam de guarda-chuva aberto. A Igreja patrocinou o ato que […]


OPINIÃO | 16/03/2015 14:26

A filha de seu Raimundo

Ele organizou-se na varanda do meu apartamento com pedaços de madeira, cavalete, serrote, martelo, lixa, cola e tudo o mais que marceneiro usa. Da sala de estudo, onde costumo passar boa parte do dia (e da noite também), eu o surpreendia, vez por outra, olhando para mim com o rabo do olho. Aí ele tirava […]


OPINIÃO | 09/03/2015 10:01

A Morte do tenente João Cartaxo (Final)

Encerro com este artigo a série que programei escrever sobre o mais grave e sangrento episódio da história política de Cajazeiras. Encerro, não por ter esgotado o tema, mas porque eu mesmo ando cansado de falar dele. Imagine o leitor! Deve estar tiririca com essas coisas do arco da velha, desenterradas a conta-gotas de surrados […]


OPINIÃO | 02/03/2015 09:44

O papa e o fogo do inferno

O papa Francisco é um arretado. Sem estardalhaço (não beija o solo quando visita outras terras), usa a mídia com parcimônia para lançar ideias novas ou manifestar-se em torno de assuntos tabus. Tabus para um papa, bem entendido. E mais, aqui e acolá, puxa temas que mexem com estruturas consolidadas de crenças, usos e costumes […]


OPINIÃO | 22/02/2015 12:52

A Morte do tenente João Cartaxo (5)

Mártir do Partido Liberal. O tenente João Cartaxo tem sido proclamado herói ou mártir da independência de Cajazeiras. Um equívoco, aliás, já desfeito por vários pesquisadores, em especial, João Rolim da Cunha, no livro Barra da Timbaúba, e Armando Gomes da Silva, no seu Cartaxos: Origens e Ramificações. Este foi explícito ao extremo, ao informar […]


OPINIÃO | 15/02/2015 14:37

A morte do tenente João Cartaxo (4)

Povoado de Santa Fé. Ainda hoje há quem faça confusão entre Santa Fé e a cidade de Bonito de Santa Fé. Volto ao assunto para atender, também, algumas mensagens de leitores desta série de artigos, pedindo mais informações a respeito daquele minúsculo pedaço do sertão do Piranhas. Santa Fé é hoje um lugarejo meio isolado […]


| 08/02/2015 22:39

A morte do tenente João Cartaxo (3)

Alferes João Pires Ferreira. Chefe do Partido Conservador de Santa Fé, João Pires foi acusado de ser cúmplice do massacre eleitoral de Cajazeiras de 18 de agosto de 1872. Em julgamento na primeira instância ele foi absolvido, o que levou a família do tenente João Antonio do Couto Cartaxo a apelar da sentença ao Tribunal […]


OPINIÃO | 02/02/2015 16:04

A morte do tenente João Cartaxo (2)

Cajazeiras versus Santa Fé. O assassinato do tenente João Cartaxo não resultou de uma disputa político-eleitoral entre cajazeirenses, embora tenha envolvido dois partidos políticos. O Partido Liberal, o mais forte, foi organizado pelo comandante Vital Rolim quando Cajazeiras era simples povoação do município de Sousa. Comandante Vital recebia a orientação do padre José Antônio Marques […]


OPINIÃO | 29/01/2015 14:47

A morte do tenente João Cartaxo

Existe na Praça Nossa Senhora de Fátima, em Cajazeiras, um monumento dedicado ao tenente João Antonio do Couto Cartaxo, assassinado em 18 de agosto de 1872, num entrevero com adeptos do Partido Conservador. O sangrento episódio se deu no dia da eleição municipal, por isso ficou conhecido como o “morticínio eleitoral de Cajazeiras”. O fato […]


OPINIÃO | 18/01/2015 18:24

Nos braços de Frida Kahlo

Ele “encostou Frida contra a fachada e beijou-a nos lábios enquanto, entre pausas, lhe dizia o quanto a desejava.” Assim o escritor cubano Leonardo Padura descreve a cena na qual Leon Trotski extravasa sua paixão por Frida Kahlo, mulher de Diogo Rivera. Antes disso, cartas e poemas de amor escondidos em páginas de livros sinalizavam […]

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!