header top bar

José Ronildo

section content

Cargos federais e reforma da previdência

01/03/2019 às 07h29

Coluna de José Ronildo

O ex-deputado federal paraibano Benjamin Maranhão, sobrinho do senador José Maranhão, foi nomeado para um cargo no Ministério da Cidadania do governo de Jair Bolsonaro. A portaria assinada pelo ministro Onyx Lorenzoni foi publicada no Diário Oficial da última quinta-feira (21).

Benjamin irá assumir a direção do Departamento de Fomento à Inclusão Social e Produtiva Rural da Secretária Especial do Desenvolvimento Social do Ministério da Cidadania.
A nomeação acontece pouco depois do início da tramitação da Reforma da Previdência de Jair Bolsonaro no Congresso. Comenta-se que o presidente da república esteja tecendo negociações para viabilizar a aprovação da reforma.

Uma coisa é certa, a maioria da bancada paraibana deve trair a classe trabalhadora, especialmente o homem do campo e os sindicatos rurais, votando a favor da reforma da previdência em troca de cargos e emendas.

Devem votar contra a reforma os deputados Damião Feliciano, do PDT; Gervázio Maia, do PSB e Wellington Roberto, do PR, já que no ainda no governo Temer, era contra. O deputado federal Frei Anastácio, do PT já fez pronunciamento na Tribuna da Câmara Federal, apelando para que os deputados votem contra a reforma, que segundo penaliza os trabalhadores, especialmente, o homem e a mulher do campo.

Traição
O prefeito de Triunfo, Zé Mangueira disse no programa Questão de Ordem que foi traído pela vice-prefeita Tilene Gonçalves. Segundo ele, a vice, demonstrando ganância pelo poder tramou com seu filho, que é vereador e mais quatro suplentes que haviam assumido os mandatos seu afastamento do cargo. A ideia era apresentar um monte de denúncias ao Ministério Público, que o afastaria do cargo e a vice assumiria. Ela também participou do programa e se disse surpresa com as declarações do prefeito, negando as acusações.

Comissões
As duas mais importantes comissões da Assembleia Legislativa da Paraíba ficam com o governo, como não poderia deixar de ser, já que tem ampla maioria na Casa. A Comissão de Constituição e Justiça ficou com a deputada de Pombal, Pollyana Dutra (PSB) e a de Orçamento ficou sob o comando de Wilson Filho (PTB). O nome de Pollyana foi uma surpresa, já que Cida Ramos também demonstrava interesse pela Comissão de Constituição e Justiça. A deputada de Pombal terminou levando a melhor.

Auxílio Mudança
Ruy Carneiro, do PSDB, retomou o mandato na Câmara Federal firme no combate aos privilégios em Brasília. Como fez nos mandatos anteriores, quando atuou para acabar com os 14º e 15º salários dos parlamentares, com as aposentadorias especiais para ex-governadores e defendeu o fim do nepotismo, além de lutar pelo voto aberto no Legislativo, Ruy formalizou na quarta-feira (20) a devolução do auxílio-mudança a que tinha direito e protocolou na Mesa Diretora do Legislativo Federal um Projeto de Decreto Legislativo que extingue o privilégio.

Nome novo
Surge um nome novo na disputa pela Prefeitura Municipal de Triunfo. Trata-se do engenheiro civil, Expedito, filho do ex-vereador Branco, que teve seu nome lançado pelo prefeito de São João do Rio do Peixe, Airton Pires. O ex-vereador Chico Batista disse que Expedito é o nome certo para reorganizar a casa, fazendo com que Triunfo retome o caminho do desenvolvimento.

Santa Helena
Pelo menos em uma coisa, oposição e situação em Santa Helena, estão empatados. Os dois esquemas apresentam hoje, dois pré-candidatos a prefeito, cujas eleições vão acontecer em 2020. Pela situação disputam a indicação do prefeito Emannuel Messias, o vereador e presidente da Câmara Municipal, Rogério Leite e a professora Vera. Já pela oposição, Corrinha Félix quer ser candidata pela terceira vez, enquanto o vereador Marcos Kleiber (Marquinhos), ambos do MDB, prega um nome novo e se coloca à disposição da população.

RÁPIDAS

*O Papa Francisco após várias reuniões afirmou que a pedofilia e os abusos sexuais precisam ser extirpados da Igreja.
*Ministra Damares defende na ONU a vida desde a sua concepção.
*Mal começou o governo de João, já tem deputado insatisfeito por conta da partilha dos cargos.
*Gerou polêmica um comunicado do Ministério da Educação e Cultura determinando que as escolas colocassem os alunos todos os dias para cantar o Hino Nacional e hasteasse a bandeira brasileira.
*Além disso, filmasse com celular e enviasse para o citado Ministério. Especialistas afirmam que filmagem de criança, só com autorização dos pais.
*O governo do presidente Jair Bolsonaro foi avaliado como ótimoou bom, por 38,9% da população, conforme pesquisado instituto MDA e encomendada pela CNT. Foi a primeira pesquisa de avaliação do atual governo.
*O presidente Adriano Galdino criticou o ex-presidente da Casa, Gervásio Maia, que gatou 17 milhões para reformar um prédio velho. Quando chove é um Deus no acuda, disse.

José Ronildo

José Ronildo

Redator do Jornal Gazeta, Radialista e apresentador do Microfone Aberto da Rádio Alto Piranhas

Contato: altopiranhas@uol.com.br

Recomendado para você pelo google

ELITISMO?

VÍDEO: Escolas federais têm segurança, mas as outras são ‘destratadas’, afirma diretor em Cajazeiras

FUTEBOL

VÍDEO: Diário Esportivo fala sobre o Festival de Prêmios do Atlético e do clássico contra o Sousa

MASSACRE DE SUZANO

VÍDEO: Psicóloga fala sobre jogos eletrônicos e ausência da família influenciando tragédias com jovens

O CAMINHO

VÍDEO: Em Pombal, Frei Gilson declara que a Igreja Católica precisa pregar um catolicismo praticante

José Ronildo

José Ronildo

Redator do Jornal Gazeta, Radialista e apresentador do Microfone Aberto da Rádio Alto Piranhas

Contato: altopiranhas@uol.com.br