header top bar

José Ronildo

section content

Formação da chapa

13/04/2018 às 10h48

As oposições continuam batendo cabeça para formação da chapa majoritária para a disputa eleitoral deste ano.

Agora dois nomes estão sendo avaliados: o de Lucélio Cartaxo, irmão do prefeito de João Pessoa, Luciano, que desistiu da disputa alegando justamente falta de unidade do grupo, além do mais, ele precisava de uma definição rápida e o de Pedro Cunha Lima, que parece mais remota.

Até a formatação de uma chapa já foi divulgada tendo a médica e primeira dama de Campina Grande, esposa do prefeito Romero Rodrigues, que também se lançou pré-candidato ao governo, mas também terminou optando pela permanência na Prefeitura, Micheline Rodrigues e para senadores Cássio Cunha Lima e Raimundo Lira. O prefeito de Campina Grande entende que o nome de Pedro não seria o ideal, já o pai, Cássio já vai disputar o senado.

Tudo isso demonstra a falta de interesse em se compor com o senador José Maranhão que também se lançou pré-candidato a governador pelo MDB. Maranhão inclusive se queixou quando indagou se ele só servia para apoiar e não para ser apoiado.
O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo, segundo informações, está em Brasília para encontro com Cássio Cunha Lira e o martelo deve ser batido, unindo Campina e João Pessoa, na chapa.

Quem sobra na curva, caso essa chapa se concretize é o PP de Agnaldo Ribeiro, que segundo se informa tinha interesse em indicar a irmão, deputada estadual, Daniela Ribeiro, como candidata a vice-governadora.

Especulou-se que Agnaldo poderia negociar com o governador Ricardo Coutinho, mesmo em nível nacional os dois estando em campos opostos: Ricardo com Lula e Luciano, aliado de Temer, tendo votado a favor do Impeachment da presidente Dilma. Com certeza também enfrentaria resistência do PT, como já aconteceu em relação a Efraim Morais, que aguarda alguma coisa na majoritária e por último, Veneziano.

De acordo com informações, o governador gostaria que a vaga de vice, na chapa que será encabeçada por João Azevedo, ficasse para Lucélio, entretanto, parece que o prefeito Luciano não quer mais se compor com o governador.
Maranhão por enquanto, conta apenas com a disposição do PR de Wellington Roberto de formar com ele.

RÁPIDAS

*Se analisarmos as possíveis chapas ao governo, observa-se que tem muita gente de Campina Grande e pode entrar mais.

*Ninguém levou muito a sério o lançamento da pré-candidatura de Lígia Feliciano ao governo pelo presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, ao governo do Estado.

*Será que o empresário Deca vai ser novamente o primeiro suplente de Cássio Cunha Lima, já que continuou preso ao PSDB.

*Cajazeiras é assim, quando não é oito é oitenta. Até bem pouco tempo não tínhamos canil para levar os cães de rua.

*Agora temos uma ONG construindo um Canil para cuidar dos animais doentes ou vítimas de maus tratos e uma faculdade que alugou outro canil para também levar os cães. Eles devem ser castrados e devolvidos às ruas. Será que é a solução do problema?

*Não é raro vermos cães com sintomas de calazar nas ruas da cidade. Em caso de confirmação deveriam ser sacrificados, pois podem transmitir a doença, inclusive, para humanos.

José Ronildo

José Ronildo

Redator do Jornal Gazeta, Radialista e apresentador do Microfone Aberto da Rádio Alto Piranhas

Contato: altopiranhas@uol.com.br

VÍDEO

Jovem jornalista estreia programa na TV e conta tudo sobre o Atlético de Cajazeiras no Paraibano 2019

PRATICIDADE NA FISCALIZAÇÃO

VÍDEO: TCE-PB inaugura espaço digital público para ideias tecnológicas de controle dos atos públicos

GRUPOS SE ENFRENTAM NA 1ª FASE

VÍDEO: Dirigentes do Sertão comentam sorteio do Paraibano 2019. Atlético enfrentará o ‘grupo da morte’

ASSISTA!

Imagens de câmeras de segurança mostram assalto a comerciante em frente a banco na cidade de Patos

José Ronildo

José Ronildo

Redator do Jornal Gazeta, Radialista e apresentador do Microfone Aberto da Rádio Alto Piranhas

Contato: altopiranhas@uol.com.br