header top bar

Radomécio Leite

section content

José, aos 80 anos: alma e coração

16/09/2009 às 12h04

Por José Antonio

Querer bem ao seu torrão natal e não se envergonhar de dizer aonde nasceu, ter sentimento telúrico e de profundo amor às suas raízes representa, para quem é possuidor destas qualidades, um autêntico espírito de cidadania e de bem querer. Sempre vi em José Cavalcanti da Silva um homem, ao longo de sua vida, demonstrações inúmeras de um devotado amor a cidade de Cajazeiras.

Nos vários encontros, em lugares diversos deste país, onde estivemos juntos participando de eventos ligados à radiodifusão, sempre fez questão de dizer: sou de Cajazeiras. Quando fala das empresas que possui em outras cidades, até mesmo a da capital do estado, ressalta: mas a Matriz é em Cajazeiras.

Nos muitos caminhos andados, nas muitas andanças traçadas, nas léguas vencidas nas passadas de um cavalo, nos quilômetros rodados numa cabine de um jipe e por mais longe onde tenha ido, por mais distante que tenha chegado, por mais céus que tenha cruzado, por mais oceanos que tenha navegado e por mais territórios que tenha conquistado, para José sempre foi mais gratificante a sua volta à terra amada: Cajazeiras de alma e coração.

Foi sempre a saudade que o fez voltar. E ao completar 80 anos de vida, todos bem vividos e com intensa devoção ao trabalho, partindo do principio que é através da labuta diária, exercida com honestidade e retidão, que dignifica o homem e o eleva a um patamar de muito respeito em todos os espaços e lugares por onde palmilhou a sua vida.

Talvez, nunca tenha passado pela cabeça de José, ao estacionar o seu jipe de aluguel à sombra do trapiá, da Praça Coração de Jesus, conhecida também como Praça dos Carros, que um dia, passados 80 anos, atingisse um patamar tão elevado na vida empresarial de cajazeiras e da Paraíba. Não tenho dúvida, que José, que já visitou tantas praças importantes e históricas em derredor do mundo, que o seu coração palpite muito mais quando põe os seus pés na Praça Coração de Jesus. Para ele a mais importante e bela praça de sua história de vida seja a Praça Coração de Jesus. O seu coração e as suas mais belas lembranças. talvez tenham ficado ali estacionadas à sombra do trapiá com suas flores amarelas.

Mas não foi somente o seu jipe um trampolim para o futuro, antes já tinha tido experiências como vendedor de roçadeira, em São José de Piranhas; como bodegueiro na Rua da Tamarinda, atual Coronel Guimarães e alicerçados conhecimentos nos famosos bancos escolares do tradicional Colégio Salesiano Padre Rolim.

Só os fortes chegam aos oitenta anos e no retrovisor de suas emoções, José deverá tomar, neste dia, as cores do arco-íris para pintar, no imaginário de suas lembranças, os banhos de açude no Sítio Tabuleiro, das escaramuças na bagaceira do engenho de rapadura, bebendo leite na porteira do curral, tangendo o gado para o pasto, do professor Paulo Martins que lhe deu as primeiras lições, das aulas dos padres salesianos, dos flertes com as meninas do colégio das Dorotéias, das festas no clube 8 de Maio, nas aventuras da juventude quase sempre acompanhadas dos amigos Chateaubriand Pereira e João Claudino, do primeiro beijo em sua amada Ildinete, do nascimento do primeiro filho, do primeiro neto e de tantas emoções outras.

Ao companheiro de Rotary, de radiodifusão, de Associação Comercial e de tantas outras caminhadas, eu e Antonieta queremos desejar-lhe muitas felicidades e plena saúde pela passagem do seu aniversário natalício. Só os abençoados por Deus chegam aos oitenta e tendo a felicidade de comemorar ao lado de uma mulher encantadora e de uma companheira de todas as horas: Ildinete. Grandiosas alegrias para o casal e toda a família.

Radomécio Leite

Radomécio Leite

Contato: radomecio@hotmail.com

CRISE

VÍDEO: Padre de Cajazeiras lamenta aumentos constantes e inflação alta: “Nosso povo está caindo de fome”

ORGULHO SERTANEJO

VÍDEO: Disputando com professores de todo Brasil, cajazeirense de escola pública vence prêmio nacional

COMPARANDO

VÍDEO: Fábio Tyrone culpa chuva por buracos em Sousa e diz que Nova York e Paris têm o mesmo problema

PROBLEMA PERSISTE

VÍDEO: Há mais de 2 anos com esgoto estourado, moradores de Sousa pedem socorro: “A gente vai morrer”

Radomécio Leite

Radomécio Leite

Contato: radomecio@hotmail.com

Recomendado pelo Google: