header top bar

José Ronildo

section content

Mudou de opinião

12/11/2021 às 08h29 • atualizado em 12/11/2021 às 08h30

Deputado federal Pedro Cunha Lima

Por José Ronildo

O deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) votou “não” no texto-base da PEC dos Precatórios, em segundo turno. Ele deu “sim” a favor da proposta na votação da semana passada.

Durante a votação em primeiro turno, a proposta passou com o apoio de 312 deputados, quatro a mais que o mínimo necessário. Agora, foram 323 votos favoráveis. Portanto, 11 a mais.

Todos os deputados da bancada paraibana compareceram para votar. Foram oito votos “sim” e quatro “não”, conferidos por Damião Feliciano (PDT), Frei Anastácio (PT), Gervásio Maia (PSB) e Pedro Cunha Lima, a surpresa.

Os votos “sim” foram dados por Aguinaldo Ribeiro (PP), Edna Henrique (PSDB), Efraim Filho (União Brasil), Hugo Motta (Republicanos), Julian Lemos (União Brasil), Ruy Carneiro (PSDB), Wilson Santiago (PTB) e Wellington Roberto (PL).

O Governo Federal apostou tudo na aprovação da PEC dos precatórios e como não poderia deixar de ser, teve que liberar emendas parlamentares em troca do voto dos deputados da base. A PEC é a principal aposta do presidente Bolsonaro para bancar o pagamento do Auxílio Brasil, que substituiu o Bolsa Família e vai garantir uma renda mínima de R$ 400 às famílias de baixa renda.

Pesquisa

Pesquisa Genial/Quaest divulgada nesta quarta-feira (10) mostra que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem 48% das intenções de voto para as eleições presidenciais de 2022, contra 21% do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Neste cenário, eles são seguidos pelo ex-ministro Sergio Moro – que se filiou ao Podemos nesta quinta –, com 8%; pelo ex-ministro Ciro Gomes (PDT), com 6%; pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB), com 2%; e pelo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD), com 1%. Felipe d’Avila (Novo) não pontuou.

Para alguns analistas, o presidente perdeu popularidade em função da maneira como tratou a pandemia, negando a ciência e fazendo propaganda de remédios sem eficácia comprova e criticando as medidas restritivas tomadas pelos governadores para administrar a situação, evitando o caos que ocorreu em Manaus. Ele vem se esforçando para recuperar o tempo perdido, nas não tem sido fácil.

Reconhecimento

A Câmara Municipal de São José de Piranhas aprovou a concessão da Medalha Antonio Leopoldino de Oliveira – a mais alta honraria daquela casa legislativa ao diretor do Hospital Regional de Cajazeiras, Manoel Telamon (Telminho). O autor da propositura foi o vereador Francisco Mylano Lima e levou em consideração a dedicação, a competência e a atenção do diretor em relação a todos os pacientes que buscam atendimento na casa hospitalar. O projeto foi aprovado por unanimidade, o que denota o grau de satisfação dos vereadores e da população de São José de Piranhas com o trabalho desempenhado por Telminho à frente da direção geral do HRC.

Primeira Infância

O governador João Azevêdo do Estado lançou na segunda-feira, dia 08, o programa “Paraíba Primeira Infância”, que pretende construir 100 creches no Estado. A iniciativa também conta com um conjunto de ações integradas nas áreas de assistência social, educação, saúde, esporte, segurança alimentar e nutricional, para atender, especialmente, crianças de 0 a 6 anos de idade.

José Ronildo

José Ronildo

Redator do Jornal Gazeta, Radialista e apresentador do Microfone Aberto da Rádio Alto Piranhas

Contato: altopiranhas@uol.com.br

IDENTIFICADOS

VÍDEO: Suspeitos mortos em confronto com a polícia após ataque a carro-forte são da região de Sousa

CASO EM INVESTIGAÇÃO

VÍDEO: “Tem relação direta com o tráfico de drogas”, diz delegado sobre vítimas de tiros em Uiraúna

CRISE

VÍDEO: Padre de Cajazeiras lamenta aumentos constantes e inflação alta: “Nosso povo está caindo de fome”

ORGULHO SERTANEJO

VÍDEO: Disputando com professores de todo Brasil, cajazeirense de escola pública vence prêmio nacional

José Ronildo

José Ronildo

Redator do Jornal Gazeta, Radialista e apresentador do Microfone Aberto da Rádio Alto Piranhas

Contato: altopiranhas@uol.com.br

Recomendado pelo Google: