header top bar

José Ronildo

section content

Mulheres

11/03/2022 às 17h12

Coluna de José Ronildo - Imagem ilustrativa - reprodução da internet

Por José Ronildo

Na última terça-feira vivenciamos mais um Dia Internacional da Mulher. Não resta dúvida de que as mulheres conquistaram importantes espaços no mercado de trabalho e também na política nos últimos tempos. Elas estão em todos os lugares: são delegadas, juízas, promotoras, executivas, advogadas, policiais, professoras, médicas, enfermeiras, dentistas, artistas, jornalistas, prefeitas, governadoras, deputadas, senadoras, vereadoras, secretárias municipais e por aí vai.

Tudo vem ocorrendo de forma natural, resultado, lógico, de luta intensa, afinal, elas continuam sendo vítimas de preconceito e precisam estar sempre mostrando que são capazes de exercer qualquer profissão sem se falar do machismo que vem tirando muitas vidas.

O tempo em que a mulher tinha que ficar em casa já passou. Os tempos são outros. Na política acho que a ocupação de mais espaços precisam acontecer de forma natural e não imposta por meio de uma lei, como fizeram na política e que não vem dando certo. A mulher que gosta e que quer fazer política partidária ou sindical tem e terá espaço em qualquer legenda ou sindicato.

No legislativo cajazeirense finalmente no último pleito, tivemos um avanço na questão da ocupação de espaços e representatividade, quando saímos de uma cadeira, ocupada há vários anos, com merecimento, pela vereadora Léa Silva para três assentos, em função da eleição de uma agente comunitária de saúde da zona rural, Luzia do Patamuté, e da ex-secretária de Saúde do município, Raelsa Borges que tiveram o trabalho reconhecidos.

Voltando a Cajazeiras, já tivemos uma mulher fazendo história como a primeira a governar o município, no caso, Denise Albuquerque, tendo se saído muito bem; tivemos há alguns anos atrás, Zarinha Gadelha, deputada estadual, cadeira que foi reconquistada pela Drª Paula.

Também temos secretarias municipais importantes comandadas por mulheres em Cajazeiras e dando conta do recado, a exemplo de Socorro Delfino (Educação); Michele Noleto, (Saúde); professora Marta (Políticas Públicas para as Mulheres); Desenvolvimento Econômico e Empreendedorismo) e Simone Macambira (Desenvolvimento Humano).

Já tivemos mulheres dirigindo a Regional de Saúde do Estado e o HRC. No sindicalismo podemos destacar as professoras Elinete Lourenço, Betinha, Mariana Moreira e Laureci Pena Forte que não lutam apenas em defesa de suas classes, mas também das mulheres e de outras causas, como a desigualdade social.

Enfim, mulheres empoderadas, como estão dizendo. Elas estão por toda parte. Na região temos prefeituras governadas por mulheres, a exemplo de Denise Bayma em Bom Jesus; Marineide em Carrapateira e Leninha Romão, em Uiraúna. Temos várias mulheres vereadoras na região e secretárias municipais fazendo um brilhante trabalho.

Creche
Após muitos anos, as Irmãs Carmelitas deixaram a direção da Creche Nossa Senhora dos Remédios, no Bairro dos Remédios, que passou por melhorias, como pintura, novos brinquedos, parquinho, que melhoraram muito o ambiente. A secretaria de Educação do município assumiu a administração da creche municipal.

José Ronildo

José Ronildo

Redator do Jornal Gazeta, Radialista e apresentador do Microfone Aberto da Rádio Alto Piranhas

Contato: altopiranhas@uol.com.br

FÉ CATÓLICA

VÍDEO: Bispo de Cajazeiras participa de Missa no túmulo de São Pedro, na Basílica do Vaticano, em Roma

ELEIÇÕES 2022

VÍDEO: Veneziano diz que chapa com Ricardo não tem ‘Plano B’ e nega conversas com Cássio e Pedro

ELEITOS EM 2020

VÍDEO: Advogado comenta decisão do TRE que determina cassação de vereadores de cidade na região de Sousa

CAMPOS IDEOLÓGICOS

VÍDEO: Enquete online do Diário do Sertão mostra que a maioria tem preferência política pela esquerda

José Ronildo

José Ronildo

Redator do Jornal Gazeta, Radialista e apresentador do Microfone Aberto da Rádio Alto Piranhas

Contato: altopiranhas@uol.com.br

Recomendado pelo Google: