header top bar

Alexandre Costa

section content

Para onde Cajazeiras deve crescer

10/05/2021 às 16h14

(Coluna de Alexandre Costa).

Por Alexandre Costa

Casualmente chegou as minhas mãos um delineado mapa que delimita o novo perímetro urbano de cajazeiras. Imediatamente me veio à lembrança do consagrado arquiteto urbanista e político paranaense Jaime Lerner, que cunhou uma celebre frase: “O gestor de qualquer cidade tem a obrigação de saber para onde seu município tende a crescer”. Como prefeito de Curitiba ele tornou-se referência mundial na adoção de novos conceitos de expansão e ocupação dos espaços urbanos das cidades modernas.

Será que esse “planejador” Cajazeirense se inspirou no velho Lernerao conceber aquele mapa que se tornou o escopo da Lei n°.2.778 de 12 de novembro de 2018 que redefiniu o perímetro urbano de Cajazeiras? Acredito que não. Como propor e implementar um novo perímetro urbano para a cidade com um plano diretor caduco? Com absoluta certeza essa equação não fecha!

A definição do novo perímetro urbano de Cajazeiras está circunscrita a um círculo tendo como centro a Igreja Catedral perfazendo um raio de 4.500 metros que totaliza uma área 63,52 km² englobando todo o espaço territorial urbano na forma de bairros, ruas e demais áreas de extensão.

Debruçando-me sobre essa nova disposição espacial, verifico cristalinamente o crescimento desordenado da cidade com uma concentração populacional de mais 60% na zona norte da cidade.

Carente de obras urbanísticas e estruturantes fundamentais para o seu desenvolvimento como o Parque Linear do Açude Grande; a revitalização de todo centro comercial; investimentos para transformar o nosso aeródromo em aeroporto, além da consolidação definitiva do HUJB no HU Sertão com 100 leitos.

Apesar de considerar todas essas obras e intervenções urbanísticas extremamente importantes para dar suporte ao desenvolvimento da cidade enxergo apenas duas que podem mudar radicalmente o eixo de crescimento da cidade: a implantação da avenida João de Sousa Maciel que redirecionará o eixo de crescimento da cidade para a zona sul e o anel viário denominado, alça leste, que além desafogar o trafego de veículos pesados na zona urbana fatalmente impulsionará a expansão urbana para aquela área da cidade.

Essas são intervenções urbanísticas que devem estar totalmente integradas ao plano diretor da cidade (criado há 43 anos) que precisa urgentemente de uma atualização. Não acredito que aconteça a curto prazo, pois, na mente retrógrada de alguns políticos carreiristas além de só dar dor de cabeça “isso não rende voto”.

Alexandre José Cartaxo da Costa é engenheiro e empresário com MBA em Gestão Estratégica de Negócios.

Alexandre Costa

Alexandre Costa

Alexandre José Cartaxo da Costa é engenheiro, empresário, presidente da CDL Cajazeiras, diretor da Fecomercio  PB e membro da ACAL.

Contato: cartaxocosta@gmail.com

ENTRETENIMENTO

VÍDEO: Chibata Dengosa participa do Programa Balanço Diário com muita irreverência e humor; divirta-se

OPINIÃO

VÍDEO: Sociólogo e militante político fazem debate acirrado e classificam os “farsantes da pandemia”

TROPEÇA MAS NÃO CAI

VÍDEO: Homem é atropelado, jogado por cima do capô e ainda consegue manter-se de pé, em Cajazeiras

OUTRA REALIDADE

VÍDEO: Após apelo na TV Diário do Sertão, ambulante quita dívidas e reata relacionamento com companheira

Alexandre Costa

Alexandre Costa

Alexandre José Cartaxo da Costa é engenheiro, empresário, presidente da CDL Cajazeiras, diretor da Fecomercio  PB e membro da ACAL.

Contato: cartaxocosta@gmail.com

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!