header top bar

José Ronildo

section content

Ricardo e João em rota de colisão

09/08/2019 às 07h36

Distanciamento entre os políticos tem rendido no Estado da PB

Meus amigos, minhas amigas, meus caros leitores. A atividade política é realmente muito dinâmica. Vejam bem, quem diria que o governador João Azevedo e o ex-governador Ricardo Coutinho, pudessem estar em rota de colisão político-partidária da maneira que estão? Ou alguém de sã consciência acha que entre os dois líderes políticos está tudo bem? Não minha gente, não está! Quem quiser que se engane, porém, existe sim, uma rota de colisão entre João e Ricardo.

Não estou aqui querendo pregar o afastamento ou a desunião entre Ricardo e João, no entanto, contra fatos não existem argumentos. E os fatos estão aí, alguns escancarados, outros, na surdina. Mas, o que está acontecendo de tão grave entre os dois? Vamos agora analisar os fatos que deram e outros que estão dando causas ao afastamento gradual entre João e Ricardo. Vejamos:
1º) A eleição do BI-GALDINO na Assembleia Legislativa, onde o deputado Adriano Galdino, foi eleito de última hora, para presidir por dois períodos o Poder Legislativo. Ricardo, queria um período para Adriano e outro para Hervásio. João, como governador, não comprou a briga e apesar de algumas reuniões, deixou que os deputados resolvessem entre si. Resultado: Deu Adriano Galdino, para os dois períodos e dizem que Ricardo ficou “P” da vida!

2º) Em consequência do BI-GALDINO na Assembleia, veio a formação do G-10, grupo de deputados para-governistas, de bem com João Azevedo, porém, em completa desarmonia com Ricardo Coutinho. Com o seguinte agravante: O G-10 se relaciona bem com os demais deputados oposicionistas, que tem ojeriza a Ricardo Coutinho e ambos (G-10 + oposição ) não se dão muito bem com os deputados ricardistas. E com isso, João, está na dele, no entanto, Ricardo, também está “P” da vida com esta situação!

3º) A Operação Calvário, que já pegou pessoas ligadas a Ricardo Coutinho, e que também, estavam no governo de João e foram exoneradas. Na verdade, esta operação tem deixado muita gente sem dormir, inclusive, João, que tem tomado algumas providências e se esquivado o máximo possível, para que a Calvário, não atinja a sua pessoa, nem o seu mandato. Nesse caso, Ricardo, também não está satisfeito com o comportamento de aliados, que estão deixando outros aliados à deriva!

4º) É inusitado, a quantidade de secretários e demais assessores ligados a Ricardo Coutinho, que por vários motivos, estão deixando o governo de João, em tão pouco tempo. Pra verdadeiros aliados, isso não é normal, nem natural. Além, de alguns ex-ricardistas roxos, que agora são azevedistas de carteirinha, e isso também tem contrariado bastante Ricardo.
5º) Outro problema entre os dois, é que Ricardo, achava que João, iria ser um discípulo total, porém, esqueceu Ricardo, que João, apesar de estar socialista, NUNCA FOI SOCIALISTA, NUNCA! Na verdade, João, é um técnico muito competente e bastante moderado, e assim sendo, foi um dos grandes responsáveis pelo sucesso das gestões de Ricardo, tanto na prefeitura de João Pessoa, quanto no governo do estado.

Aliás, esta conversa de dizer que Ricardo fazia seu sucessor indicando qualquer nome, não é bem por aí. João, foi eleito com apoio de Ricardo, mas também teve os seus méritos e força na sua eleição. Agora governador, João é grato a Ricardo, porém, está demonstrando que tem luz própria, que não vai para o confronto indigesto com seu ninguém e quer fazer um governo com a sua cara, sua marca, sem radicalismos e revanchismos.

Ricardo não aceita e por mais que queira, João, não vai comprar as suas brigas socialistas e de esquerda radical. Já disse, João, não é socialista, é um MODERADO DE CENTRO. Além disso, Ricardo, com seu estilo próprio, quer que João, bata de frente com seus algozes, com o G-10, com o presidente Bolsonaro, etc. Mas João, que é moderador de centro, não fará, por isso, nessa liga, não existe mais simbiose.

E vem por aí, um novo imbróglio, sabe qual? O PSB, ou seja, mesmo não sendo socialista de carteirinha, João, em virtude das circunstâncias, está querendo o controle do partido no estado. Por isso, os deputados ricardistas já estão defendo o nome de Ricardo Coutinho, para presidir o PSB na Paraíba e sem consultar João. Então, perante os futuros fatos, não será surpresa se o governador João, em não tendo o controle do PSB, migrar para outra legenda no momento certo.

E para terminar a confusão, penso que Ricardo e João, realmente, estão em linha de colisão político-partidária por vários motivos e sem volta. Por isso, acho que Ricardo, não será candidato a prefeito em João Pessoa no próximo ano. Na verdade, Ricardo, vai tentar eleger um prefeito da sua estrita confiança (talvez, Gervazinho… ) e vai se preparar para disputar o governo do estado em 2022, e sabe contra quem? Advinhe? Claro, João Azevedo! É de não acreditar…
Rui Galdino – Polemicaparaiba

Rápidas
*O presidente, o Capitão Jair Bolsonaro, mesmo tendo sido eleito em um regime democrático, tem sido um grande defensor da Ditatura Militar que governou o País com mão de ferro.
*Abraços para nosso leitor assíduo de todas as sextas-feiras, ex-vereador de Cajazeiras, Severino Dantas Fernandes.
*O radialista Jotha Herre parece que vai colocar em prática um novo estilo como secretário de Comunicação: além de divulgar as ações administrativas tem ligado para defender a gestão municipal de críticas e cobranças por parte da população e até dos adversários.
*Pelo menos sua voz já escutada com mais frequência nas emissoras de rádio, que tinha um estilo diferente.
*Finalmente os brasileiros tiveram boas notícias oriundas do governo Bolsonaro: a baixa no preço do Botijão de Gás; a liberação de R$ 500 do FGTS e do rendimento do PIS para quem teve Carteira Assinada entre 1071 e 1988 e por fim, Medida Provisória que garante o pagamento todo ano, da metade do 13º salário dos aposentados e a redução dos juros por parte do Banco Central, sem se falar no preço da gasolina que também baixou.

José Ronildo

José Ronildo

Redator do Jornal Gazeta, Radialista e apresentador do Microfone Aberto da Rádio Alto Piranhas

Contato: altopiranhas@uol.com.br

Recomendado para você pelo google

SESSÃO NA CÂMARA

VÍDEO: Em Cajazeiras, coordenador de Diversidade Religiosa na PB fala sobre diálogo e busca por respeito

ASSASSSINATO

VÍDEO! Delegado fala sobre o crime de homicídio que vitimou professor de karatê em Sousa

SEM POLÍTICAS PÚBLICAS

VÍDEO – Líder lamenta ‘desprezo’ dos governos e ‘extinção’ da cultura dos ciganos na cidade de Sousa

VÍDEO

SERTÃO: Empresário sugere vaquinha para “salvar” feira de negócios após prefeitura negar apoio

José Ronildo

José Ronildo

Redator do Jornal Gazeta, Radialista e apresentador do Microfone Aberto da Rádio Alto Piranhas

Contato: altopiranhas@uol.com.br