header top bar

section content

Globo usa Operação Andaime e vai às ruas saber opinião da população sobre corrupção; “Falta tudo”

De acordo com o cientista político, as instituições de controle são mais eficientes atualmente e a sociedade mais informada.

Por Luzia de Sousa

13/03/2016 às 11h04 • atualizado em 14/03/2016 às 06h45

A TV Paraíba, afiliada da Rede Globo no estado usou a Operação Andaime para saber opinião popular sobre a corrupção. A matéria foi destaque no Fantástico no mês passado e já está na sua terceira fase.

As empresas fantasmas desviaram cerca de R$ 200 milhões, segundo a reportagem. O dono da empresa vendia notas ‘frias’ as prefeituras e não executavam as obras.

O cientista político José Artigas afirmou que o assunto não é novidade no Brasil, mas atualmente as pessoas estão mais conscientes dos seus direitos, por isso, os casos vêm ganhando visibilidade.

De acordo com José Artigas, as instituições de controle são mais eficientes atualmente e a sociedade mais informada do que está acontecendo.

A libertação da prefeita de Monte Horebe, Cláudia Aparecida Dias (PSB) também foi destacada na reportagem, que evidenciou o outro lado da história, ou seja, o verdadeiro prejudicado que é o povo.

A população sofre com a falta de saneamento básico, de remédio, de medidas preventivas contra doenças, com surto por causa de mosquito, por não ter a quem recorrer para fazer um exame simples de saúde, por não ter emprego, por ter uma educação longe dos padrões de qualidade e por não oferecer vagas para todos os estudantes, além de creches fechadas e falta de merenda.

DIÁRIO DO SERTÃO

ESTÁ NA CAPITAL DESDE 2015

EXCLUSIVO: Após três anos, lendário padre de Cajazeiras revela o que motivou sua ida para João Pessoa

AMOR E FÉ

ESPECIAL DE FÉRIAS: Crianças e adolescentes de Cajazeiras e Sousa abrilhantam programa na TV Diário

AUXILIAR DO TROVÃO

VÍDEO: Agora no Atlético-PB, ex-jogador do Corinthians está confiante em vaga no Brasileirão da Série D

SAÚDE & BEM-ESTAR

VÍDEO: Médico alerta para consequências do uso excessivo de alguns medicamentos no aparelho digestivo