header top bar

section content

Joesley e Saud resolvem se entregar para evitar constrangimento

Dono e diretor da J&F estão em São Paulo e devem viajar a Brasília para se apresentarem à Polícia Federal

Por Priscila Belmont

10/09/2017 às 10h35

© Rovena Rosa/Agência Brasil

O dono da J&F e o diretor de Relações Institucionais do grupo, Joesley Batista e Ricado Saud, respectivamente, devem se antecipar ao cumprimento do mandado de prisão expedido pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), e se entregar à Polícia Federal (PF) nas próximas horas.

Um dos advogados da dupla, Pierpaolo Bottini, afirmou que eles estão em São Paulo e esperam a notificação oficial da ordem de prisão para viajarem a Brasília a fim de se apresentarem à PF.

Joesley e Saud cumprirão prisão temporária de cinco dias devido à entrega à Procuradoria-Geral da República, por parte da própria J&F, de áudios comprometedores, segundo os quais a dupla teria omitido informações relevantes nos primeiros depoimentos, feitos sob suposta assessoria do ex-procurador Marcello Miller, poupado

Notícias ao Minuto

AUMENTO DA DOENÇA

CORONAVÍRUS: Em 26 dias, casos confirmados crescem 140% em Sousa comparados com Cajazeiras

VEJA A LISTA DE BAIRROS

VÍDEO: Cajazeiras soma 63 casos de Covid-19; Centro e bairro São Francisco lideram em número de casos

ISOLAMENTO SOCIAL

VÍDEO: Secretaria de Educação de Santa Terezinha-PB inova com aulas no YouTube e em programa de rádio

"TIVE VERGONHA ALHEIA"

VÍDEO: “País está entregue a um bando de aloprados”, diz jornalista sobre vídeo de reunião ministerial

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!