header top bar

section content

Joesley e Saud resolvem se entregar para evitar constrangimento

Dono e diretor da J&F estão em São Paulo e devem viajar a Brasília para se apresentarem à Polícia Federal

Por Priscila Belmont

10/09/2017 às 10h35

© Rovena Rosa/Agência Brasil

O dono da J&F e o diretor de Relações Institucionais do grupo, Joesley Batista e Ricado Saud, respectivamente, devem se antecipar ao cumprimento do mandado de prisão expedido pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), e se entregar à Polícia Federal (PF) nas próximas horas.

Um dos advogados da dupla, Pierpaolo Bottini, afirmou que eles estão em São Paulo e esperam a notificação oficial da ordem de prisão para viajarem a Brasília a fim de se apresentarem à PF.

Joesley e Saud cumprirão prisão temporária de cinco dias devido à entrega à Procuradoria-Geral da República, por parte da própria J&F, de áudios comprometedores, segundo os quais a dupla teria omitido informações relevantes nos primeiros depoimentos, feitos sob suposta assessoria do ex-procurador Marcello Miller, poupado

Notícias ao Minuto

Recomendado para você pelo google

VISITA DO PRESIDENTE

VÍDEO: Prefeito de Campina Grande solicita a Bolsonaro duplicação da BR-230 de Campina ao sertão da PB

DESTAQUE NACIONAL

VÍDEO: Juizado Especial Misto de Cajazeiras atinge um dos melhores índices de atendimento do Brasil

DIRETO AO PONTO

VÍDEO: ortodontista sousense revela as orientações para manter a saúde bucal das crianças em dia

MÚSICA E ORAÇÃO

VÍDEO: 5º Show Pela Paz em Cajazeiras bate recorde de público com show do artista católico Thiago Brado