header top bar

section content

Preço de cachaças variam até 167,75% em João Pessoa, mostra pesquisa do Procon-PB

A pesquisa completa levantou preços de 88 tipos e quantidades de cachaças.

Por Priscila Belmont

13/09/2017 às 19h37

Nesta quarta-feira (13) é o Dia Nacional da Cachaça e quem pretende comemorar essa data também precisa pesquisar com moderação. De acordo com um levantamento de preços realizado nessa terça-feira (12) pela Autarquia de Proteção e Defesa do Consumidor do Estado da Paraíba (Procon-PB), o preço de algumas cachaças da mesma marca e com a mesma quantidade pode diferenciar até R$ 29,09 e variar até 167,75%, dependendo do estabelecimento onde o consumidor escolher realizar a compra. A pesquisa completa levantou preços de 88 tipos e quantidades de cachaças.

Uma garrafa com 750 ml da cachaça carioca Nega Fulô apresenta diferença de preço de R$ 29,09 com variação percentual em 66,26%, sendo comercializada por R$ 43,90 no supermercado Hiper Bompreço (Centro) até 72,99 no supermercado Carrefour (Bessa).
Já uma garrafa com 700 ml da cachaça paulistana 51 tem uma diferença de preço de R$ 18,10, com variação percentual em 167,75%, de R$ 10,79 no supermercado Bemais (Bancários) até 28,89 no supermercado Carrefour (Bessa).

A cachaça cearence Ypióca Ouro com 965 ml na versão garrafa apresenta diferença de preço de R$ 12,83 com variação percentual em 86,17%, de R$ 14,89 no supermercado Bemais (Bancários) até 27,72 no supermercado Todo Dia (Bancários).

Enquanto uma garrafa com 700 ml da cachaça pernambucana Santa Dose possui diferença de preço de R$ 12,09 com variação percentual em 26,34%, de R$ 45,90 no supermercado Hiper Bompreço (Centro) até 57,99 no supermercado Carrefour (Bessa).

O litro da cachaça paraibana de areia, Matuta Cristal, apresenta diferença de preço de R$ 4,19 com variação percentual em 30,36%, de R$ 13,80 no supermercado Atacadão (Geisel) até 17,99 no Supermercado Manaíra (Manaíra).

Secom

ORÇAMENTO DEMOCRÁTICO ESTADUAL

VÍDEO: Durante ODE, Governo destaca recursos de R$ 297 milhões nas regiões de Catolé, Princesa e Pombal

NO SOL

VÍDEO: Em Sousa, mototaxistas falam sobre corte de árvore no HRS e fazem apelo à prefeitura: “A gente não tem pele de morcego”

FATOR PSICOLÓGICO

VÍDEO: Delegada usa exemplo do caso DJ Ivis e explica o porquê de mulheres não denunciarem agressores

ELEIÇÕES EM SOUSA

EXCLUSIVO: Leonardo revela seu apoio para federal, nega racha com André e comenta saída de Myriam do PSC

Recomendado pelo Google:
error: Alerta: Conteudo Protegido !!