header top bar

section content

Após anos de seca e muita expectativa, açude sertanejo começa a sangrar e população comemora

Segundo informações, há vários anos o reservatório não atingia sua capacidade máxima de 25.738.500 milhões de metros cúbicos

Por Raquel Alexandre

07/04/2019 às 14h03 • atualizado em 07/04/2019 às 14h07

Sangria na Barragem da Farinha, em Cacimba de Dentro, região de Patos

A Barragem da Farinha, localizada no município de Cacimba de Areia, região de Patos, começou a sangrar na madrugada desse domingo (07), após as fortes chuvas que vem ocorrendo em toda a região.

De acordo com um dos moradores da região, a população já estava bastante ansiosa para que o transbordamento acontecesse. “Graças a Deus, o inverno esse ano está sendo muito bom, fazia muitos anos que não tínhamos uma boa quadra invernosa”, disse.

Segundo informações, há vários anos o reservatório não atingia sua capacidade máxima.

De acordo com dados da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (AESA), o manancial tem capacidade para armazenar 25.738.500 milhões de metros cúbicos (m³).

VEJA TAMBÉM: QUE SUFOCO: Moradores abandonam suas casas às pressas após açude se romper no Sertão da Paraíba

MUITA CHUVA

Além da sangria na Barragem da Farinha, o volume de água aumentou consideravelmente também nos mananciais de Jatobá e Capoeira.

DIÁRIO DO SERTÃO

Recomendado para você pelo google

HOMENAGEM

VÍDEO: Xeque Mate homenageia mototaxistas e entrevista a única mulher mototaxista de Cajazeiras

HOMENAGEM

VÍDEO: Com música ao vivo, programa Diversidade em Foco faz reflexão sobre o Dia das Mães; Assista!

EXCLUSIVO

Presidente reafirma proibição de arma na assembleia, fala da Operação Calvário e cortes de gabinetes

VÍDEO

Governador João Azevêdo fala sobre o afastamento político com Ricardo Coutinho e mudanças no Governo