header top bar

section content

Suspeito de matar esposa grávida e simular afogamento é encontrado morto dentro de presídio da PB

Outro detento, suspeito de provocar acidente que matou motoqueiro, também foi encontrado morto no presídio, após problemas de saúde.

Por G1PB

22/04/2019 às 16h23

Natália e Vinicius (Foto: Reprodução)

O homem preso suspeito de matar a companheira e simular um afogamento, em setembro de 2018, em João Pessoa, foi encontrado morto dentro de uma cela, na Penitenciária Desembargador Flósculo da Nóbrega, o presídio do Róger, neste domingo (21). De acordo com a Polícia Civil, Vinicius Gabriel estava sozinho na cela e foi encontrado com o lençol amarrado no pescoço.

Ao lado do corpo, Vinícius deixou um bilhete dizendo que era inocente e que não havia matado a esposa. Ele foi preso no dia 17 de setembro de 2018, dias após a morte. De acordo com a Polícia Civil, uma das suspeitas é de que o caso esteja ligado a um seguro de vida de cerca de R$ 400 mil, uma vez que, aproximadamente duas horas após o corpo da vítima ter sido encontrado, Vinícius já havia ligado para a seguradora.

Exames concluíram que Natália Donato, de 28 anos, sofreu uma pancada na cabeça antes de morrer. Quando o corpo dela foi encontrado, Vinícius contou à polícia que a correnteza do mar estava muito forte e que ainda tentou tirá-la da água, mas não conseguiu. O corpo foi encontrado a cerca de dois quilômetros do local onde ela havia desaparecido.

Outro detento é encontrado morto
Outro detento do Róger também foi encontrado morto neste domingo, por problemas de saúde. O homem suspeito de provocar um acidente nesta sexta-feira (19), no bairro de Cruz das Armas, em João Pessoa, morreu em uma cela próxima a de Vinícius. Na colisão, o motoqueiro atingido pelo carro de José Tadeu da Morta morreu no local. José Tadeu, de 35 anos, estava bêbado e foi preso.

Por volta das 11h, as equipes do presídio do Róger acionaram o atendimento médico porque o detendo estava passando mal. No entanto, ele não resistiu e morreu antes do socorro médico. Conforme a Polícia Civil, José Tadeu já apresentava problemas de pressão alta quando chegou ao presídio.

O carro que José Tadeu da Mota estava ultrapassou o canteiro central, entrou na faixa contrária e bateu no motoqueiro, que morreu no local. Um vídeo registrado por câmeras de segurança mostraram o momento do acidente.

Casos não têm ligação
A Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Seap) abriu sindicância para apurar as duas mortes. Até o momento, não há nenhuma conexão entre os óbitos, tendo em vista que os dois presos estavam em pavilhões distintos. A Seap informou que está aguardando os laudos periciais da Gerência Executiva de Medicina e Odontologia Legal (Gemol). O secretário Sérgio Fonseca já determinou abertura de sindicância com o objetivo de apurar as duas mortes.

Fonte: G1PB - https://g1.globo.com/pb/paraiba/noticia/2019/04/22/suspeito-de-matar-esposa-e-simular-afogamento-e-encontrado-morto-em-presidio-da-pb.ghtml

Recomendado para você pelo google

HOMENAGEM

VÍDEO: Com música ao vivo, programa Diversidade em Foco faz reflexão sobre o Dia das Mães; Assista!

EXCLUSIVO

Presidente reafirma proibição de arma na assembleia, fala da Operação Calvário e cortes de gabinetes

VÍDEO

Governador João Azevêdo fala sobre o afastamento político com Ricardo Coutinho e mudanças no Governo

TRAGÉDIA

VÍDEO E FOTOS: Delegado dá detalhes do grave acidente próximo a parque de vaquejada em Cajazeiras