header top bar

section content

Bota coturno ou tratorada: quais as diferenças e como usá-las

Para entender melhor quais são as diferenças entre o coturno e a bota tratorada e aprender a combiná-los com as peças que você já tem, leia este artigo!

Por Link Building Assistant

18/06/2019 às 20h00 • atualizado em 19/06/2019 às 11h17

Bota coturno ou tratorada: quais as diferenças e como usá-las

As botas tratoradas, assim como os coturnos, têm sido muito utilizadas pelas fashionistas já há algumas estações. Com a aproximação do inverno, você já sabe quais são os sapatos na promoção que deve buscar para compor o armário e turbinar os seus looks.

Você sabe, no entanto, qual é a diferença entre esses dois tipos de calçados? Embora falemos de ambos em contextos parecidos, eles possuem algumas diferenças essenciais e podem ter impactos bastante diferentes no visual.

Para entender melhor quais são as diferenças entre o coturno e a bota tratorada e aprender a combiná-los com as peças que você já tem, leia este artigo!

O que é um coturno?

Originalmente, o nome foi empregado para falar sobre um tipo de sandália que era amarrada até mais ou menos a altura do joelho. O coturno, que costumava ser usado apenas pelos militares, recebeu este nome por conta da similaridade entre as amarrações e por possuir cano alto.

Seu uso fashion veio a partir dos anos 70, com a utilização da peça por diversas tribos alternativas. Com o passar dos anos, o coturno começou a ser utilizado por pessoas de todas as identificações, de diversos perfis, vontades e personalidades.

Para que um sapato seja considerado um coturno, vale dizer, ele precisa ter sola grossa, cano alto e fechado e também uma biqueira arredondada, impermeável ou também bastante grossa. Como já comentamos, a peça costumava ser usada por soldados – não surpreende, portanto, que seja muito resistente.

Em outras épocas, o coturno era obrigatoriamente feito de couro. Com as transformações da moda, é possível encontrar peças em materiais menos nobres – os quais acabam sendo mais frágeis do que o material original, claro.

Para quem não usa couro, boa notícia: não é tão difícil encontrar versões do sapato em couro ecológico ou mesmo em vinil.

O que é um sapato tratorado?

Chamamos tratoradas as solas de sapato que possuem ondulações – como aquelas que, surpresa, estão presentes nos pneus de tratores. Sim, é um nome bastante autoexplicativo.

A tendência do sapato tratorado ficou mais forte por volta de 2011, com os lançamentos de algumas das marcas fashion mais famosas do mundo. Não por acaso, este tipo de calçado virou febre desde então e recebeu versões de diversas companhias.

É possível achar a sola tratorada em tênis, sandálias, oxfords, sapatos de salto alto e, claro, em botas de tamanhos pequenos, grandes e médios.

Assim, vale dizer: coturnos podem ter sola tratorada? Podem. Toda bota mais rústica, com sola tratorada ou não, é necessariamente um coturno? Não, a menos que siga as descrições que demos no tópico anterior.

Como utilizar o coturno ou as botas tratoradas para montar produções?

Depende muito do seu estilo, de verdade.

O coturno, como já dissemos, fez parte do armário de góticos e grupos alternativos por muito tempo; hoje, porém, já conquistou o seu espaço em diversos agrupamentos e possui até mesmo versões em cores.

A bota tratorada é capaz de se adequar a diversas produções. Em geral, faz mais sentido – assim como a outra bota-tema deste texto! – em visuais mais urbanos, ou seja, fora de ambientes de trabalho muito formais, de festas com dress code rígido ou de eventos onde é necessária a discrição.

Em outras ocasiões, você está livre para criar.

Se você é uma pessoa mais romântica, mas que deseja dar uma pitada de ousadia ao seu visual, pode optar pelos opostos, por exemplo: um vestido rosa um pouco mais curto, de material quente (para os dias frios, claro) e um par de coturnos, por exemplo, caem muito bem. Você pode fechar a produção com uma jaqueta de couro fake ou jeans.

Se é mais básica, mas deseja utilizar o coturno ou alguma bota tratorada na sua produção de inverno, pode utilizar o seu par de sapatos com blusa de malha quente, legging de montaria ou jeans justo e um belo sobretudo.

Para ir a restaurantes, sair com os amigos ou dançar à noite, pode combinar um vestido justo com um cardigan mais longo, utilizar meia-calça fio 80 e finalizar com as suas botas prediletas.

Os adereços variam de acordo com o visual que você escolher. Em geral, as botas tratoradas e os coturnos dão liga com aplicações de metal, correntes e pins. Os adereços com pegada rocker costumam ser os mais adotados por quem opta por estas peças, mas isso não é uma regra.

O mundo é pequeno para tudo o que você pode ser e fazer: acredite!

Recomendado para você pelo google

ENTREVISTA

Presidenta do Coren diz que enfermeiro pode ter clínica, luta pelo piso salarial e fala sobre concursos

POSSÍVEL CANDIDATO

VÍDEO: Ex-prefeito de Cachoeira dos Índios revela quais os ‘vices dos sonhos’ para sua chapa em 2020

AVENIDA LOTADA

VÍDEO: Show de comunidade católica famosa em todo o Brasil reúne multidão em São José de Piranhas

PREFEITO DE MONTE HOREBE

VÍDEO: Marcos Eron admite querer a reeleição, nega distanciamento da vice e manda recado para oposição